Julgamento da banda New Hit será marcado por protestos em Rui Barbosa

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Banda New Hit.
Banda New Hit.
Luíza Maia: “Precisamos sensibilizar  a justiça e os jurados. O que a banda fez é crime hediondo. A justiça de Ruy Barbosa não pode ter a mesma decisão do desembargador Lourival Almeida, que determinou a liberdade desses criminosos, mesmo com a denúncia do Ministério Público. Isso é um absurdo”
Luíza Maia: “Precisamos sensibilizar a justiça e os jurados. O que a banda fez é crime hediondo. A justiça de Ruy Barbosa não pode ter a mesma decisão do desembargador Lourival Almeida, que determinou a liberdade desses criminosos, mesmo com a denúncia do Ministério Público. Isso é um absurdo”

Ativistas sociais da Marcha Mundial e outros movimentos das Mulheres  realizam na segunda-feira (18/02/2013), às 9h, um ato de protesto em frente ao Fórum da cidade de Ruy Barbosa para pedir a punição dos integrantes da banda New Hit.

“Precisamos sensibilizar  a justiça e os jurados. O que a banda fez é crime hediondo. A justiça de Ruy Barbosa não pode ter a mesma decisão do desembargador Lourival Almeida, que determinou a liberdade desses criminosos, mesmo com a denúncia do Ministério Público. Isso é um absurdo”, diz Deputada Estadual Luiza Maia (PT), uma das responsáveis pela organização do ato.

O julgamento dos cantores e músicos da banda New Hit, acusados de estuprar duas adolescentes, acontecerá nos dias 18,19 e 20 de fevereiro no município de Ruy Barbosa. Dez prefeitos da região centro-oeste da Bahia aderiram à manifestação. Diversas entidades feministas e de direitos humanos também já manifestaram apoio.

Para reforçar o protesto contra os músicos uma campanha está sendo feita nas redes sociais. O cartaz que circula na internet diz:  New Hit na cadeia! No facebook, a página Repúdio ao New Hit,  já tem mais de cinco mil curtidas.

Acusações

Os nove integrantes da banda e o soldado da PM Carlos Frederico Santos de Aragão foram denunciados pelo Ministério Público por estupro qualificado com características de crime hediondo. Para a promotora de Ruy Barbosa, Marisa Jansen, as jovens foram sexualmente abusadas repetidas vezes e com extrema violência. Ainda segundo o MP, as adolescentes foram abusadas várias vezes dentro de um ônibus estacionado na Praça Santa Tereza, no centro de Ruy Barbosa, com uso de “extrema violência” e “em alternância”. Os acusados foram presos em flagrante na mesma madrugada e hoje respondem pelo crime em liberdade.

O estupro

As duas adolescentes viajaram de Itaberaba para Ruy Barbosa para participar de uma micareta e no final do show da New Hit foram até a banda pedir autógrafos e tirar fotos.  Nesse momento, um dos músicos sugeriu que elas fossem até o ônibus. Um laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) divulgado no dia 24 de setembro confirmou a presença de sêmen de integrantes da banda New Hit nas duas adolescentes que os acusam de estupro. O laudo constatou sêmen de pessoas diferentes; o delegado Daniel Rodrigues de Holanda, titular da delegacia de Itaberaba não soube especificar, no entanto, de quais integrantes da banda foi identificado o material genético.

Sobre Carlos Augusto 9653 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).