Homenagem aos 70 anos da guitarra baiana marca abertura do Carnaval de Salvador

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
Jornal Grande Bahia, informação com opinião e em defesa da Ecologia Integral.

O Carnaval começou, em Salvador, no ritmo da guitarra baiana, instrumento criado há 70 anos por Dodô e Osmar e que, em 2013, é tema da folia. A abertura oficial da festa, nesta quinta-feira (07/02/2013), levou para as ruas milhares de pessoas. Mas foi durante o show do cantor e compositor Moraes Moreira, no Pelourinho (Circuito Batatinha), que o tom da guitarra baiana soou mais alto e ninguém ficou parado.

A apresentação no Centro Histórico da capital deu início ao Carnaval do Pelô, promovido pelo Governo da Bahia, por meio da Secretaria da Cultura. O governador Jaques Wagner participou da abertura e, antes de conferir a folia no Pelourinho, foi ao Campo Grande, onde participou da entrega da chave da cidade ao Rei Momo, em cerimônia com a presença do prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto.

O músico Moraes Moreira cantou, ao lado do filho Davi Moraes, antigos sucessos que marcaram sua carreira. O turista português Manuel Rodrigues gostou da festa.“Esta é a primeira vez que participo do Carnaval de Salvador e estou gostando muito. O povo é muito alegre e a festa é espetacular. No próximo ano virei novamente e vou trazer meus filhos”, afirmou.

‘Carnavais Negros’

Uma variedade de atrações musicais, reunida durante as festividades do Carnaval do Pelô deste ano, se unifica em torno do tema ‘Carnavais Negros’. O tema se traduz na folia por meio do samba, reggae, percussão e da guitarra baiana.

“É o Carnaval da cultura, da diversidade. Cada ano, nos esforçamos para que a festa fique ainda mais bonita, trazendo atrações de qualidade. Nesses dias, o folião poderá conferir toda a diversidade do Carnaval do Pelô”, afirmou o secretário da Cultura, Albino Rubim.

O governador e a primeira-dama, Fátima Mendonça, acompanharam a folia no Pelô. “É uma festa que atrai gente de várias partes do país e do mundo a Salvador. Para garantir a tranquilidade e a diversão, o governo está investindo em vários setores, como segurança, saúde e em atrações musicais. Vamos curtir a festa com muita paz e alegria”, disse Wagner.

Decoração do Pelourinho

Quem participa da festa no Pelourinho, além de curtir os shows, pode conferir a decoração, que levou a cada rua do Centro Histórico uma mostra de cada ‘Carnaval Negro’ espalhado pelo Brasil e pelas Américas. São 19 peças que fazem referência aos carnavais de matriz africana do Brasil – bloco afro, maracatu, afoxé, escola de samba e tambor de criolo.

No Terreiro de Jesus e Largo do Pelourinho, a decoração destaca os carnavais negros das Américas – Candombe (Montevidéu), Carnaval dos Caretas (Praia do Forte), Rei Zulu (New Orleans), Vejigantes (Porto Rico), Devil Blue (Trinidad e Tobago) e Som de Negro (Colômbia).

Investimento do Estado

Para garantir a segurança do Carnaval 2013, a saúde e a diversidade da festa em Salvador e no interior, o Governo do Estado investiu R$ 62 milhões. Do total, R$ 32 milhões são para a área da segurança pública e R$ 29,6 milhões destinados à cultura, além de R$ 3,8 milhões repassados à Prefeitura de Salvador.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116915 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.