Em Feira de Santana, obras de pavimentação da Avenida Noide Cerqueira atingem 4 km

Feira de Santana, obras de pavimentação da Avenida Noide Cerqueira. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)
Feira de Santana, obras de pavimentação da Avenida Noide Cerqueira. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)
Ciclovia, quiosques e equipamentos de incentivo à prática de atividades físicas fazem parte do projeto da Noide Cerqueira.
Ciclovia, quiosques e equipamentos de incentivo à prática de atividades físicas fazem parte do projeto da Noide Cerqueira.
Zé Neto e Luiz Lavigne vistoriam a extensão da Noide Cerqueira.
Zé Neto e Luiz Lavigne vistoriam a extensão da Noide Cerqueira.
Feira de Santana, obras de pavimentação da Avenida Noide Cerqueira. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)
Feira de Santana, obras de pavimentação da Avenida Noide Cerqueira. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)
Feira de Santana, obras de pavimentação da Avenida Noide Cerqueira. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)
Feira de Santana, obras de pavimentação da Avenida Noide Cerqueira. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

Metade da obra de pavimentação da avenida Noide Cerqueira, em Feira de Santana, já foi concluída. A via já recebeu asfalto e terraplanagem em aproximadamente quatro quilômetros, do total de 8,1 que compreende a extensão total. No trecho que já conta com pavimentação asfáltica, foi dado inicio aos serviços de urbanização do canteiro central e calçada.

O deputado estadual e líder do governo na Assembléia Legislativa, Zé Neto (PT), vistoriou o andamento da obra na tarde desta sexta-feira (08/02/2013), acompanhado do chefe de gabinete Tarcísio Branco e o gerente da obra pela TOP Engenharia, Luiz Lavigne. Satisfeito com o avanço da obra, o parlamentar lembrou que ela será custeada com recursos próprios do Estado, da ordem de mais de R$ 25 milhões.

Zé Neto destacou ainda que a obra vai valorizar os imóveis localizados em seu entorno e afirmou que o objetivo é evitar as desapropriações com demanda judicial, visto que esta é uma das prerrogativas do Estado. “Vamos daqui pra frente intensificar os grupos de trabalho para dialogar com os donos de terrenos e imóveis sobre a desapropriação e, assim, alcançar entendimentos para resolver os impasses que restam”, destacou, enfatizando que 50% das áreas privadas já foram desapropriadas e que a maioria ficará com duas frentes para a avenida, o que lhes dará um grau de valorização sem precedentes.

O engenheiro Luiz Lavigne ressaltou que o projeto prevê também a construção de ciclovia, dois quiosques e equipamentos de incentivo à prática de atividades físicas. “Um dos quiosques ficará localizado em frente a escola Despertar, enquanto o outro será instalado a 800 metros de distância do primeiro”, informou.

Com um projeto arrojado, a Noide Cerqueira será a maior avenida da cidade. Sua concepção compreende pista dupla pavimentada, com três faixas cada, canteiro central com quiosques e estrutura para a prática de esportes, passeios laterais, ciclovia, iluminação pública, sinalização e paisagismo.

 

Sobre Carlos Augusto 9717 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).