Deputado Carlos Geilson cobra intervenção contra demissão de 500 funcionários de empresa do CIS

Carlos Geilson: “O estado não pode cruzar os braços, onde diversos trabalhadores estão sendo ameaçados de demissão. É uma coisa grave, onde os trabalhadores terão todo nosso apoio e a nossa luta”. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Carlos Geilson: “O estado não pode cruzar os braços, onde diversos trabalhadores estão sendo ameaçados de demissão. É uma coisa grave, onde os trabalhadores terão todo nosso apoio e a nossa luta”. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Carlos Geilson: “O estado não pode cruzar os braços, onde diversos trabalhadores estão sendo ameaçados de demissão. É uma coisa grave, onde os trabalhadores terão todo nosso apoio e a nossa luta”. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Carlos Geilson: “O estado não pode cruzar os braços, onde diversos trabalhadores estão sendo ameaçados de demissão. É uma coisa grave, onde os trabalhadores terão todo nosso apoio e a nossa luta”. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

A empresa Seara, antiga Perdigão, instalada no CIS (Centro Industrial Subaé), na cidade de São Gonçalo dos Campos, anunciou nesta terça-feira (05/02/2013) que vai demitir 500 funcionários da instituição. O deputado estadual Carlos Geilson (PTN) afirmou nesta quarta-feira (6) que o governo tem um poder limitado na questão da ingerência, mas garantiu que vai cobrar uma intervenção a favor desses funcionários na Assembleia Legislativa da Bahia. “O estado não pode cruzar os braços, onde diversos trabalhadores estão sendo ameaçados de demissão. É uma coisa grave, onde os trabalhadores terão todo nosso apoio e a nossa luta”, disse.

Segundo informações do diretor do Sindicarne Bahia, Ronielson Conceição, o sindicato foi pego de surpresa com a decisão. Ronielson Conceição disse que a alegação da empresa, para as demissões é de que a Seara, empresa que comprou a Perdigão, tinha um acordo de que em seis meses não poderia mexer no funcionalismo da empresa, porém passado esse prazo, a Seara declara que está adequando o funcionamento da empresa que não tem demanda para o número de servidores atualmente existentes. A empresa conta hoje com mais de 1400 funcionários. E o sindicato afirmou que está trabalhando para que não venha a acontecer às demissões. Está marcada para acontecer hoje uma manifestação de funcionários e sindicatos, em frente à empresa.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115123 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.