SEDEX 12 | Moradores da Bahia e outros 16 estados passam a dispor de novo serviço de entrega rápida dos Correios

Correios implantam o Sedex 12.
Correios implantam o Sedex 12.
Correios implantam o Sedex 12.
Correios implantam o Sedex 12.

Moradores de mil cidades do interior do país localizadas em 17 estados já dispõem, a partir desta segunda-feira (14/01/2013), do serviço Sedex 12, dos Correios, de entrega rápida e garantida de mercadorias e documentos. O valor do serviço varia de acordo com as distâncias entre as cidades e o tamanho do volume a ser enviado, mas terá como referência o preço de R$ 54, cobrado pelo Sedex 10, que já funciona nas capitais e regiões metropolitanas.

O serviço, que tem entrega garantida até as 12 horas do dia útil seguinte, funcionará tanto com a captação quanto com a distribuição nos estados da Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo (interior).

Já nos estados de Alagoas, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba e a capital de São Paulo, ocorrerá somente a captação desse serviço, informam os Correios, por meio de nota. “De abril a junho de 2012 e julho a outubro de 2012 foram realizadas, respectivamente, a  1° e 2° fases (teste piloto). Essa etapa que começa agora é a 3° e última (implantação definitiva)”, acrescenta o texto.

Segundo a instituição, o Sedex 12 é mais uma solução que visa atender às necessidades do cliente para entrega de encomendas com hora marcada, além da segurança, qualidade e a capilaridade que os Correios oferecem. Os Correios lembram ainda que este novo serviço não estará disponível em localidades que já tenham a distribuição do Sedex 10.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9375 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).