Pai de jornalista é dado como desaparecido em Salvador

Osman João Barreto Filho
Osman João Barreto Filho
Osman João Barreto Filho
Osman João Barreto Filho

O jornalista Igor Leonardo, colega de Daniele Barreto, ambos lotados na assessoria de comunicação do PMDB em Salvador, solicitaram que fosse informado o desaparecimento de Osman João Barreto Filho, pai de Daniele Barreto.

Segundo Leonardo, Osman Barreto Filho foi visto pela última vez, por Daniele Barreto, quando saía às 09:05 horas, do apartamento, localizado no Bairro Pituba, Alameda Benevento, em Salvador. Ele informou que ia ao shopping Itaigara tomar café, depois a Igreja do Senhor do Bonfim, e visitaria um empreendimento da Odebrecht, em Pituaçu, e que ao final, regressaria para Alagoinhas, onde reside, para almoçar com a família.

Osman João Barreto Filho é aposentado, tem 61 anos e utilizou um veículo Honda Civic, de cor branca, placa JSX 7633. Caso tenham notícias, favor informa a Daniele Barreto no telefone (71) 9941-6541, ou manter contato com Igor Leonardo, através do e-mail: [email protected]

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9382 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).