Deputado do PMDB defende a renovação do partido na Bahia

Arthur Maia acabou roubando a cena, ao tecer criticas ao diretório estadual do PMDB na Bahia, comandado pelos irmãos Lúcio e Geddel Vieira Lima.
Arthur Maia acabou roubando a cena, ao tecer criticas ao diretório estadual do PMDB na Bahia, comandado pelos irmãos Lúcio e Geddel Vieira Lima.
Arthur Maia acabou roubando a cena, ao tecer criticas ao diretório estadual do PMDB na Bahia, comandado pelos irmãos Lúcio e Geddel Vieira Lima.
Arthur Maia acabou roubando a cena, ao tecer criticas ao diretório estadual do PMDB na Bahia, comandado pelos irmãos Lúcio e Geddel Vieira Lima.

O almoço era para ser em apoio à candidatura do deputado federal Sandro Mabel (GO) na disputa pela liderança do PMDB na Câmara Federal. No entanto, o correligionário Arthur Maia acabou roubando a cena, ao tecer criticas ao diretório estadual do PMDB na Bahia, comandado pelos irmãos Lúcio e Geddel Vieira Lima.

Durante encontro com jornalistas, Maia afirmou que era necessária uma renovação no partido. “A renovação e alternância são sempre positivas. O cara fica lá muito tempo e pode se acomodar. O PMDB realizou agora as convenções municipais, mas não realizou a estadual. Houve uma prorrogação do mandato. Espero que quando acontecer a convenção, a gente tenha uma possibilidade de debater mais o partido”.

O parlamentar disse que sequer foi consultado sobre os nomes (dos peemedebistas) que fazem parte da administração ACM Neto. “O partido indicou alguns quadros para compor a administração. Eu fui informado disso, mas não fui convidado a emitir minha opinião, que seria de não apresentar nenhum nome para administração municipal”, disparou Maia, que sequer tem assento na executiva estadual da sigla.

“Eu não faço parte da Executiva na Bahia. Não fui convidado a fazer parte. Naturalmente, que participo das reuniões e tenho a melhor relação com Lúcio e com Geddel. Obviamente, que o partido tem posições que eu concordo e outras que não concordo”.

O deputado federal Sandro Mabel (GO) esteve em Salvador para apresentar a plataforma de campanha para liderar a bancada do PMDB na Câmara dos Deputados.
O deputado federal Sandro Mabel (GO) esteve em Salvador para apresentar a plataforma de campanha para liderar a bancada do PMDB na Câmara dos Deputados.

Ontem, o deputado federal Sandro Mabel (GO) esteve em Salvador para apresentar a plataforma de campanha para liderar a bancada do PMDB na Câmara dos Deputados.

Durante almoço oferecido à imprensa, Mabel respondeu as críticas do presidente da legenda, Lúcio Vieira Lima, que apoia Eduardo Cunha (RJ) como nome para a sucessão de Henrique Eduardo.

Além de Lúcio, Cunha tem o apoio do deputado Colbert Martins Filho. Questionado sobre o assunto, Mabel disse contar atualmente com 42 votos dos 78 do partido. “Acredito que vamos chegar aos 49. Se confirmar, a vitória será no primeiro turno”.

Segundo Arthur Maia, Mabel liderará a bancada com o objetivo de unificá-la, sobretudo, para manter o atual vice-presidente da República, Michel Temer, no posto. “O trabalho conjunto com os presidentes do Senado, da Câmara dos Deputados é um indicativo de que Temer continuará como vice da presidente Dilma em 2014”.

Ele afirmou, ainda, que o deputado goiano reúne as qualidades para manter uma postura independente com relação ao governo, mesmo sendo de uma bancada de apoio e sustentação à petista.

 *Com informações do Jornal Tribuna da Bahia.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9395 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).