VULCABRAS|AZALEIA emite comunicado onde afirma que é “irreversível o fechamento das suas filiais neste estado, concentrando suas atividades na matriz em Itapetinga”

Logomarca do Jornal Grande Bahia
Logomarca do Jornal Grande Bahia

A direção da VULCABRAS|AZALEIA encaminhou ontem (06/12/2012), à redação do Jornal Grande Bahia, nota explicativa sobre os motivos do fechamento das unidades industriais do grupo na Bahia.

A empresa afirma que a decisão fechamento é irreversível e que busca preservar a competitividade, e que a exceção do fechamento, será a sede da empresa em Itapetinga, onde pretende concentrar as operações. Confira a íntegra da nota.

 Comunicado à imprensa

Tendo em vista a repercussão do fechamento das filiais da VULCABRAS|AZALEIA nos municípios de Caatiba, Firmino Alves, Itambé, Itapetinga (com exceção da matriz), Itororó e Macarani, todas localizadas no estado da Bahia, a empresa esclarece:

A VULCABRAS|AZALEIA vem tentando preservar sua competitividade, o que não tem ocorrido e, dessa forma, registrou sucessivos e elevados prejuízos financeiros em decorrência do aumento da competição, causado pela excessiva entrada de produtos importados a preços muito baixos, não compatíveis com a estrutura de custos da VULCABRAS|AZALEIA na Bahia.

Por essa razão, a empresa está implementando uma complexa estratégia de reestruturação das operações industriais na Bahia que torna irreversível o fechamento das suas filiais neste estado, concentrando suas atividades na matriz em Itapetinga.

A VULCABRAS|AZALEIA, na mais absoluta transparência e boa-fé, compromete-se a respeitar integralmente os direitos legais dos funcionários destas filiais. A empresa reforça o seu compromisso com o estado da Bahia, onde continuará atuando por meio da unidade de Itapetinga.

Vulcabras|Azaleia S.A.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110917 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]