Operação contra abate clandestino efetuou 13 prisões em Alagoinhas, Santo Estevão e Itaberaba

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Operação contra abate clandestino é efetuado por iniciativa do Ministério Público da Bahia.
Operação contra abate clandestino é efetuado por iniciativa do Ministério Público da Bahia.
Operação contra abate clandestino é efetuado por iniciativa do Ministério Público da Bahia.
Operação contra abate clandestino é efetuado por iniciativa do Ministério Público da Bahia.

Treze pessoas foram presas em flagrante durante operações de fiscalização e combate ao abate clandestino e venda de carne imprópria realizadas na última semana pelo Ministério Público do Estado da Bahia em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e a Polícia Civil. As operações aconteceram em Itaberaba (12/12/2012), Alagoinhas (dia 14) e Santo Estevão (dia 15). Elas resultaram também na apreensão de uma tonelada de carne e identificação de dois locais de abate clandestino no município de Santo Estevão; apreensão de 30 kg de vísceras suínas, 80 kg de vísceras bovinas, 250 kg de carne suína e 50 kg de carne de caprino em Alagoinhas; apreensão de oito bois abatidos e cinco bois vivos em Itaberaba; e, por fim, na identificação de locais de abate clandestino no município de Feira de Santana.

As ações contaram com a participação dos promotores de Alagoinhas, Lívia Mattos, de Feira de Santana, Alexandre Cruz, de Santo Estevão, Suzilene Sousa, de Itaberaba, Joselene Dias, e do coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do Consumidor (Ceacon), Roberto Gomes. As operações contaram, ainda, com a colaboração do setor de inteligência do Departamento de Polícia do Interior (Depin) e das coordenações da Polícia Civil de Feira de Santana, Alagoinhas, Itaberaba e de delegados de polícia dos municípios.

Segundo o coordenador do Ceacon, promotor de Justiça Roberto Gomes, o Ministério Público continuará desenvolvendo este trabalho de identificação de locais de abate clandestino em 2013, conjuntamente com a Adab e a Polícia, e a partir das informações colhidas desenvolverão operações para o combate da prática ilegal. “Pretendemos identificar os fomentadores do abate clandestino para combater e evitar o consumo de carne imprópria, além de promover a responsabilização dos envolvidos nessa prática ilegal, a partir das informações produzidas em inquéritos policiais sobre o abate e a comercialização desses produtos impróprios para consumo”, destacou. A carne apreendida foi descartada segundo os critérios e parâmetros legais.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113711 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]