José Ronaldo ao anunciar secretariado para a prefeitura de Feira de Santana provoca descontentamento, levando Carlos Geilson a não participar do evento

Deputado Carlos Geilson e o prefeito eleito José Ronaldo. Na hora da divisão do poder, Ronaldo deixa Geilson de fora e gera descontentamento. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Deputado Carlos Geilson e o prefeito eleito José Ronaldo. Na hora da divisão do poder, Ronaldo deixa Geilson de fora e gera descontentamento. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Deputado Carlos Geilson e o prefeito eleito José Ronaldo. Na hora da divisão do poder, Ronaldo deixa Geilson de fora e gera descontentamento. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Deputado Carlos Geilson e o prefeito eleito José Ronaldo. Na hora da divisão do poder, Ronaldo deixa Geilson de fora e gera descontentamento. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

A política é feita de ritos e símbolos. Na manhã de hoje (20/12/2012), o prefeito eleito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM) anunciou a equipe do primeiro escalão, que toma posse no dia 1º de janeiro. O rito, neste caso, é marcado com o poder de nomear pessoas que representem os interesses do governante.

Descontentamento

O deputado Carlos Geilson, apoiador da candidatura de José Ronaldo, chegou a gravar depoimento pedindo votos para o político, além de ter alinhado o PTN à campanha, e de ter sido presença constante nos eventos promovidos pelo então candidato José Ronaldo, viu o desejo e a possibilidade de influir na maquina municipal, ir para o caminho da decepção, pela completa ausência de nomes ligados a liderança do próprio deputado.

Ronaldo é o que sempre foi, personalista, de ceder pouco ou nenhum espaço no governo para apoiadores. Mas, Geilson alimentava a esperança, pois tendo participado da campanha, entendia ter o direito de indicar nomes para o primeiro escalão do governo. Não foi o que ocorreu, e Geilson fez o gesto, melhor, simbolizou o descontentamento não comparecendo ao evento.

Para evidenciar o quanto estava contrariado, usando uma camisa vermelha, quem aparece no almoço de confraternização promovido pelo deputado petista Zé Neto? Ninguém mais, ninguém menos, do que o oposicionista Carlos Geilson. Que não encontrou tempo de prestigiar o aliado José Ronaldo, mas foi ao encontro de Zé Neto. Geilson simbolizou o inicio de uma provável ruptura.

Deputado Zé Neto durante almoço com profissionais da imprensa devolveu as críticas a José Ronaldo.
Deputado Zé Neto durante almoço com profissionais da imprensa devolveu as críticas a José Ronaldo.

Farpas

Os três vereadores petistas, Alberto Nery, Pablo Roberto e Beldes, foram à nomeação dos secretários e tiveram que ouvir calados às criticas que Ronaldo fez ao Partido dos Trabalhadores, e ao deputado Zé Neto. Foi constrangedor, e chegaram a cogitar sair antes do término do evento.

Durante o almoço, Zé Neto, reunido com políticos e jornalistas, devolveu: “Ronaldo sabe o quanto fui vítima dos ataques promovidos durante a campanha dele. Lamento que ele demonstre descortesia e lhe falte à compreensão necessária para entender que o momento do palanque passou, e o que todos nos queremos é trabalhar por Feira de Santana.”.

Exclusiva para radialista

O dublê de radialista e advogado Dilson Barbosa recebeu, de forma exclusiva para entrevista, o prefeito eleito José Ronaldo, nos estúdios da rádio Sociedade de Feira de Santana, logo após o anúncio oficial dos nomes.

Dilson Barbosa, casa alugada ao governo de José Ronaldo e direito a entrevista exclusiva. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Dilson Barbosa, casa alugada ao governo de José Ronaldo e direito a entrevista exclusiva. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

Estrategicamente Ronaldo escolhe um ‘aliado’. Durante os dois governos de Ronaldo, e durante o governo de Pimenta, Barbosa alugou para a prefeitura a mansão que possuí, em um dos bairros mais sofisticados de Feira de Santana. O curioso é que a mansão abrigava um serviço voltado à assistência social. Talvez, porque Ronaldo acredite existir muitos pobres na Santa Mônica precisando de assistência social, então escolheu por coincidência, o imóvel do radialista.

A relação estabelecida entre José Ronaldo e Dilson Barbosa através do aluguel de imóvel, é o tipo de relação que se configura em uma perigosa mistura de valores éticos, interesses públicos, interesses pessoais e poder midiático. A sociedade espera que este tipo de postura seja revista no governo que se inicia.

Nomes no governo

Dos 19 pessoas anunciados por Ronaldo, seis fizeram parte do primeiro escalão do governo de Tarcízio Pimenta e um fez parte do segundo escalão. Se isto não é continuidade administrativa, então…

Confira os nomes indicados

João Marinho Gomes Júnior fez parte do governo de Tarcízio Pimenta e retorna durante a gestão de José Ronaldo, para mesma pasta. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
João Marinho Gomes Júnior fez parte do governo de Tarcízio Pimenta e retorna durante a gestão de José Ronaldo, para mesma pasta. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

Administração – João Marinho Gomes Júnior (fez parte do governo de Tarcízio Pimenta)

Agricultura – Ozeny Moraes (fez parte do governo de Tarcízio Pimenta)

Chefe de Gabinete – Mário Borges (fez parte do governo de Tarcízio Pimenta)

Comunicação Social – Valdomiro Silva

Desenvolvimento Econômico – Antônio Carlos Borges Júnior

Desenvolvimento Social – Ildes Ferreira

Desenvolvimento Urbano – José Pinheiro (fez parte do governo de Tarcízio Pimenta)

Educação – Jaiana Ribeiro

Fazenda – Expedito Eloy (fez parte do governo de Tarcízio Pimenta)

Habitação – Sandro Ricardo

Meio Ambiente – Roberto Tourinho

Planejamento – Carlos Brito (fez parte do governo de Tarcízio Pimenta)

Jornalista Valdomiro Silva assume a comunicação. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Jornalista Valdomiro Silva assume a comunicação. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

Prevenção à Violência – Mauro Moraes

Saúde – Denise Mascarenhas

Serviços Públicos – Wilson Couto

Transportes e Trânsito – Major Ebenezer Tuy

Presidente da Fundação Hospitalar – Gilbert Lucas (segundo escalão do governo de Tarcízio Pimenta.

Direção do Hospital da Mulher – Charline Portugal

Superintendência do Procon – Suzana Mendes

Leia +

Deputado e líder do governo na AL-BA, Zé Neto apresenta balanço do mandato em evento para a imprensa

Sobre Carlos Augusto 9717 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).