Hidrovia do rio São Francisco será dragada para funcionar plenamente

Trecho do Rio São Francisco no município de Ibotirama.
Trecho do Rio São Francisco no município de Ibotirama.
Trecho do Rio São Francisco no município de Ibotirama.
Trecho do Rio São Francisco no município de Ibotirama.

O Ministério de Infraestrutura e Transportes está elaborando um projeto executivo para dragagem de maior dimensão na hidrovia do rio São Francisco, não só nos pontos críticos, como seria feito no período de seca, mas uma operação mais efetiva em todos os trechos que podem ser, no futuro, limitantes para seu funcionamento pleno. A informação foi prestada pelo ministro da Infraestrutura e Transportes, o baiano Paulo Sergio Passos, ao secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, em Ilhéus, durante evento comemorativo ao centenário da Associação Comercial de Ilhéus, município onde o secretário esteve com o governador Jaques Wagner, para inauguração do terminal pesqueiro. Segundo o ministro, os recursos necessários para essa operação já estão alocados.

Salles havia reivindicado ao ministério a dragagem da hidrovia para ser feita antes do início das chuvas mas, de acordo com o ministro, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit), não conseguiu a tempo hábil a licença ambiental para realizar o trabalho.

De acordo com o secretário da Agricultura, a dragagem da hidrovia do rio São Francisco é necessária e da maior importância para a logística de escoamento de produtos, principalmente agropecuários em todo Nordeste brasileiro. Durante a conversa com Salles, o ministro falou por telefone com seu secretário executivo, Miguel Mário Bianco Masella, confirmando então que o ministério trabalha com o objetivo de finalizar o projeto executivo e obter o licenciamento ambiental, antes da próxima seca, para que a dragagem possa ser efetivada completamente.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111054 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]