Falta de decoração natalina de Feira de Santana demonstra “incapacidade administrativa”, diz vereador Frei Cal

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Vereador Carlos Alberto Costa da Rocha (Frei Cal).
Vereador Carlos Alberto Costa da Rocha (Frei Cal).
Vereador Carlos Alberto Costa da Rocha (Frei Cal).
Vereador Carlos Alberto Costa da Rocha (Frei Cal).

A inexistência de iluminação e decoração natalina nas vias centrais de Feira de Santana foi alvo de críticas do vereador Frei Cal, na sessão legislativa desta segunda-feira (10/12/2012).

“Quem tem a oportunidade de trafegar à noite pelas avenidas Maria Quitéria e Getúlio Vargas percebe o quanto a nossa cidade, este ano de 2012, está muito triste, sem nenhum enfeite, sem nada que caracterize o Natal”, lamentou.

O vereador disse que a decoração, além de embelezar a cidade, aquece o espírito natalino, emociona as pessoas e impulsiona as vendas no comércio.

Em sua opinião, faltou planejamento por parte do poder público. “Tudo que não passa por um planejamento, uma preparação, seja a curto, médio ou longo prazo, traz consequências seriíssimas”, observa.

Ele disse que esta situação demonstra a “incapacidade” administrativa do gestor publico para com o município.

Amigo da PM e do Corpo de Bombeiros, Soares é também comendador da Ordem do Mérito Municipal 

Acadêmico de Direito e bem sucedido no ramo de transporte, o empresário Sebastião Soares, o mais novo homenageado da Câmara Municipal de Feira de Santana com a Comenda Maria Quitéria, já teve o reconhecimento de várias instituições.

Dentre as denominações honoríficas que recebeu, destacam-se: Amigo da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, título de Oficial da Ordem Municipal do Mérito e comendador da Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana, além do título de Cidadão Feirense.

Católico praticante e devoto de Nossa Senhora Aparecida, Soares faz celebrar anualmente, sempre a 12 de outubro, uma missa na capela de sua propriedade, em São Gonçalo dos Campos, para homenagear a padroeira do Brasil.

O empresário faz parte do Encontro de Casais com Cristo e participa do Seminário Santana Mestra, Pastoral do Dízimo e Pastoral Familiar da paróquia Senhor dos Passos.

É convidado periodicamente para ministrar em igrejas católicas. “No que concerne a sua consciência social, ele tem colaborado sobremaneira nas reformas e construções de igrejas do nosso município”, afirmou o vereador Lulinha, autor da iniciativa da homenagem.

No que diz respeito à maçonaria, as primeiras experiências do homenageado, conforme o vereador, se firmaram no ano de 1975, na cidade de Marataízes, no estado do Espírito Santo. Informou que, em Feira de Santana, ele filiou-se a Loja Maçônica em 16 de junho de 1978.

Empresário começou empresa com dois ônibus; hoje, frota é de mais de 130 veículos 

Residente em Feira de Santana há 34 anos, o mineiro Sebastião Soares, homenageado com a Comenda Maria Quitéria em sessão solene realizada na sexta-feira (7), iniciou sua trajetória na área de transportes como funcionário da empresa São Geraldo.

Sua trajetória foi contada na Câmara pelo autor do Projeto de Decreto Legislativo propondo a homenagem, o vereador Lulinha (foto). Segundo ele, o homenageado foi gerente da Transul – antiga empresa de transporte urbano. Posteriormente, ajudou a estruturar a empresa R.S. Silva.

Após essas experiências, criou a sua própria empresa. Conforme o vereador, a Transoares começou com dois ônibus usados, prestando serviços de translado para trabalhadores da fábrica Braswey. Em seguida, trabalhou com transporte escolar no governo do prefeito José Falcão.

“Atualmente, a Transoares dispõe de uma frota de 130 veículos e presta suporte a várias empresas instaladas em Feira de Santana. Aproximadamente, trabalham 230 funcionários”, destacou o vereador.

Homenageado diz que recebe a Comenda “tal qual um guerreiro, obrigando-se a defender a sua terra” 

Atualmente, comenda é uma condecoração concedida a pessoas que se destacam em suas áreas de atuação.

No passado, no entanto, “representava a entrega de uma área de terra e o comendador que a recebia ficava com a missão de defendê-la contra os inimigos”, disse o empresário Sebastião Soares, homenageado pela Câmara de Feira de Santana com a Comenda Maria Quitéria.

Soares, que chegou em Feira de Santana em 1978, recorreu à história para lembrar sobre o tempo em que uma comenda consistia num benefício dado especialmente a guerreiros que demonstravam valentia em batalha. “Recebo esta Comenda tal qual um guerreiro antigamente a recebia, ou seja, obrigando-se a defender sua terra”, afirmou.

Bastante emocionado, ele disse que Feira de Santana é sua terra. “E a defendo de forma intransigente, procurando a cada dia honrar-lhe o nome, conduzindo-me de forma digna, pautando minha vida nos ideais cristãos e, acima de tudo, procurando devolver a esta terra bendita o que tão generosamente me foi dado ao longo dos anos”.

Proprietário da empresa Transoares, o homenageado disse que se orgulha muito por gerar emprego e renda para o município, com o suor do seu trabalho. “Cheguei onde estou graças às pessoas que se preocupam comigo, pessoas que por méritos próprios, pela sua elevada formação ética e moral e firmeza de seu caráter, tornaram-se os nossos referenciais, os símbolos que orientam as nossas ações”, afirmou.

O laureado agradeceu à Casa Legislativa a concessão da Comenda Maria Quitéria e compartilhou a homenagem com os presentes. O evento foi prestigiado por familiares de Sebastião Soares, amigos, autoridades políticas, religiosas e civis, profissionais de imprensa, funcionários e membros da comunidade.

Câmara torna comendador ex-vereador mineiro que teria sido preso e torturado na Ditadura 

Mineiro da cidade de Serra dos Aimorés, onde foi vereador em 1972, o empresário Sebastião Soares recebeu da Câmara de Feira de Santana a Comenda Maria Quitéria. O vereador Lulinha, 2º vice-presidente da Casa, foi autor do Projeto de Decreto Legislativo concedendo a honraria.

A sessão solene para outorga da Comenda aconteceu na sexta-feira (07/12/2012), data de aniversário do homenageado. Proprietário de empresa de ônibus neste município, ele já havia recebido antes o título de Cidadão Feirense.

A solenidade foi conduzida pelo vereador Lulinha. Integraram a mesa: a juíza de Direito, Ely Espiron Miranda Rosa; o secretário de Educação, José Raimundo Azevedo; o deputado estadual Carlos Geilson; o padre Miguel Francisco Amaral de Souza, pároco de São Gonçalo dos Campos; o vice-prefeito Paulo Aquino; o homenageado Sebastião Soares e sua esposa Cinira Nascimento Soares.

Soares, nascido em 1946, é casado e tem três filhos. Ele foi o vereador mais votado da legislatura iniciada em 1973 em sua terra natal, pelo PMDB, exerceu a função de primeiro secretário da Mesa Diretora daquela Casa Legislativa.

Entretanto, relatou Lulinha, em sua militância política sofreu retaliações no período de ditadura militar. “Foi até preso e torturado por comungar com as ideologias marxistas, que tinham como epicentro a luta pela garantia intransigente da justiça social, práticas estas negadas pelo governo ditatorial”, salientou. Para o vereador, Sebastião, é “exemplo de integridade moral, referência para todos que os cercam”.

Autoridades defendem em audiência pública investimento nas polícias, para combate eficiente à violência 

A Câmara de Feira de Santana sediou, na última quinta-feira (06/12/2012) uma audiência pública da Subcomissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia.

Autoridades defendem em audiência pública investimento nas polícias, para combate eficiente à violência.

A Câmara de Feira de Santana sediou, na última quinta-feira (06/12) uma audiência pública da Subcomissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia.

A audiência pública foi proposta pelo deputado Carlos Geilson e autorizada pelo presidente da Comissão, deputado Capitão Tadeu Fernandes. Presidiu os trabalhos o vereador Ailton Mô. Autoridades presentes ao encontro defenderam mais investimentos e atenção às polícias Militar e Civil como forma de combater, com eficiência, a criminalidade no Município.

“Como enfrentar esse problema com as dificuldades que a polícia enfrenta? A polícia militar precisa de melhores condições de trabalho, de mais efetivo, de armamentos, de mais concursos públicos”, avaliou o deputado estadual Carlos Geilson, presente ao encontro.

Segundo o deputado, a sociedade quer uma resposta imediata. “O investimento precisa ser agora, urgente”, afirmou. Além de melhores condições de trabalho aos policiais, o deputado propõe, para busca de solução para o problema da violência, investimento em educação.

O secretário municipal de Prevenção a Violência e Promoção aos Direitos Humanos, Mizael Freitas, também cobrou mais atenção para os policiais. “Estamos vivendo hoje o resultado do que aconteceu no passado e do que se deixou de fazer na área da segurança pública”, comenta.

Para Mizael, o importante agora não é apontar os culpados, nem direcionar os erros, mas buscar as soluções para modificar esse quadro. “Precisamos ter atenção para os policiais na estrutura, nos meios, nos recursos e também na valorização”, ressaltou. Observou, no entanto, que segurança pública não é apenas ação de polícia, “é também ação social”.

O coronel Adelmário Xavier, comandante do Batalhão da PM de Feira de Santana, que estava representando o secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Barbosa, afirmou: “falar em segurança pública é fácil, mas somente quem lida com a violência sabe o quanto é difícil.”

Além de vereadores feirenses e dos deputados estaduais Capitão Tadeu Fernandes, Carlos Geilson e Deraldo Damasceno, participaram do encontro o delegado da Polícia   Civil Laércio dos Santos, que estava representando o coordenador da 1ª Coorpin, Ricardo Brito; a soldado Valéria Moraes, vereadora eleita da cidade de Itabuna; Geovane Ferreira, pesquisador de Feira de Santana; Jorge Prudente, coordenador da Defesa Civil de Feira de Santana, soldado PM José da Costa Correia Filho – Correia de Zezito, vereador eleito por Feira de Santana; soldado Marcus Prisco, vereador eleito de Salvador, Marivaldo Santos Araújo, vereador eleito de Coração de Maria; Lourdes Santos, do Conselho Municipal de Igualdade Racial, Indígena e Cigano e o soldado Josafá Ramos dos Santos, ex-candidato a vereador.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113794 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]