Exportações da Bahia registram redução de 15,6% em outubro de 2012

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Logomarca do Jornal Grande Bahia
Logomarca do Jornal Grande Bahia

Depois de terem atingido o seu recorde histórico no mês de outubro de 2012 (US$ 1,34 bilhão), beneficiadas por uma operação de venda de uma plataforma de exploração e perfuração de petróleo, as exportações baianas caíram 15,6% em novembro – comparadas à igual mês do ano anterior – alcançando US$ 836,3 milhões. A queda nas exportações foi devido ao desempenho mais fraco da venda de produtos básicos como soja (-39,5%), algodão (-30,7%), café (-13,4%), metais preciosos (-49,3%) e minerais (-84,4%), além de alguns setores industriais importantes como metalúrgicos (-22,2%), petroquímicos (-9,1%), celulose (-16,8%) e pneus (-15,7%).

Preços médios e volumes menores que em igual período do ano passado, decorrentes da crise externa, além do aumento das barreiras e  da competição com outros fornecedores no exterior no mercado latino americano, principalmente o argentino, são as principais razões para o desempenho negativo no mês.

Arthur Cruz, coordenador de Comércio Exterior na SEI, explica que mesmo enfrentando um cenário de crise e de retração de mercados importantes, “as exportações baianas devem alcançar em 2012 o mesmo patamar do ano passado – algo em torno dos US$ 11 bilhões -, o que é especialmente relevante diante da conjuntura externa desfavorável”. Até novembro, as exportações baianas acumularam US$ 10,3 bilhões, superando em 2,2% o mesmo período de 2011. Derivados de petróleo com US$ 1,95 bilhão e crescimento de 13,6% e o setor químico/petroquímico com US$ 1,66 bilhão e crescimento de 0,16% são os setores que mais exportaram em 2012. O agronegócio também se destacou com vendas de US$ 4,35 bilhões e crescimento de 1,6%.

As importações também recuaram em novembro 13,3% atingindo US$ 586,7 milhões. No ano acumulam US$ 7,03 bilhões, também inferior 1,8% a igual período de 2011.

A maior influência na queda das importações em novembro se deu com as compras de petróleo (menos 64%), querosene (-47%), trigo (-43%) e cacau           (-45%). Houve queda também nas compras de bens de capital  (-2,6%), revelando um indicativo da disposição de investimento dos empresários locais.

Com os resultados de novembro, o saldo da balança comercial da Bahia no ano atinge US$ 3,3 bilhões, 12% acima de igual período de 2011.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113734 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]