Em Salvador, Tatti Moreno faz escultura em homenagem a Jorge Amado

Esculturas de orixás produzidas por Tatti Moreno no Dique do Tororó, em Salvador.
Esculturas de orixás produzidas por Tatti Moreno no Dique do Tororó, em Salvador.
Esculturas de orixás produzidas por Tatti Moreno no Dique do Tororó, em Salvador.
Esculturas de orixás produzidas por Tatti Moreno no Dique do Tororó, em Salvador.

No próxima quarta-feira (19/12/2012), às 17h, a Praça de Santana, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, passará a ser o novo cartão postal de Salvador. A partir de então, turistas e moradores da cidade poderão tirar fotografias ao lado da escultura composta por três imagens: o escritor Jorge Amado, a sua mulher e também escritora Zélia Gattai, e o cachorro de estimação do casal, Fadul. Assinada pelo artista plástico baiano Tatti Moreno, a obra celebra o centenário do autor de Capitães de Areia e outros grandes títulos da literatura brasileira.

Além das estátuas, feitas em bronze e tamanho real, uma placa será instalada no local com uma frase de Jorge Amado: “Na Bahia, toda criação provém do povo, de sua graça e de sua força”.

O projeto, intitulado Amado para Sempre, tem a  Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás – como uma das patrocinadoras.

 

Sobre Carlos Augusto 9515 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).