Carlito do Peixe tece elogios ao presidente Ribeiro na última sessão legislativa de 2012 da Câmara de Feira de Santana. Confira os debates

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
A postura e a gestão do presidente da Câmara Municipal, Antônio Francisco Neto – Ribeiro, que se despede do Legislativo feirense, após cumprir cinco mandatos de vereador, foi alvo de elogios do edil Antônio Carlos Passos Ataíde (Carlito do Peixe).
A postura e a gestão do presidente da Câmara Municipal, Antônio Francisco Neto – Ribeiro, que se despede do Legislativo feirense, após cumprir cinco mandatos de vereador, foi alvo de elogios do edil Antônio Carlos Passos Ataíde (Carlito do Peixe).
A postura e a gestão do presidente da Câmara Municipal, Antônio Francisco Neto – Ribeiro, que se despede do Legislativo feirense, após cumprir cinco mandatos de vereador, foi alvo de elogios do edil Carlito do Peixe.
A postura e a gestão do presidente da Câmara Municipal, Antônio Francisco Neto – Ribeiro, que se despede do Legislativo feirense, após cumprir cinco mandatos de vereador, foi alvo de elogios do edil Carlito do Peixe.

Carlito tece elogios ao presidente Ribeiro 

A postura e a gestão do presidente da Câmara Municipal, Antônio Francisco Neto – Ribeiro, que se despede do Legislativo feirense, após cumprir cinco mandatos de vereador, foi alvo de elogios do edil Carlito do Peixe.

Em pronunciamento na tribuna da Câmara, nesta quarta-feira (12/12/2012), ele disse que Ribeiro fez um “brilhante” trabalho na presidência da Câmara, ouvindo e dialogando com todos de forma igualitária. “Meu abraço, uma saudação especial ao vereador Antônio Francisco Neto, que muito bem representou todos nós, como presidente desta Casa”.

Carlito, que exerce o quinto mandato de vereador, assumindo por duas vezes consecutivas a presidência da Casa da Cidadania, fez uma retrospectiva da convivência nesses últimos quatro anos no Legislativo.

Ele ressaltou que, assim como as outras, a 16ª Legislatura houve momentos bons e situações tensas em que aconteceram discussões e divergências, mas apesar da pluralidade de opiniões, o respeito prevaleceu entre os vereadores.

O vereador desejou sucesso aos edis que, por algum motivo específico, não disputaram cargo eletivo este ano. E também saudou os vereadores que foram reeleitos e os que não lograram êxito na tentativa de reeleição.

Na oportunidade, ele teceu elogios aos servidores da Câmara e aos profissionais de imprensa que cobrem os trabalhos legislativos. “Esta Casa não funciona bem sem vocês”, afirmou.

17ª Legislatura

Carlito estará no grupo de vereadores que tomarão posse no dia 1º de janeiro na Câmara Municipal de Feira de Santana. Ele agradeceu a Deus, assessores, amigos e eleitores que lhe proporcionaram, na eleição deste ano, 5.075 votos.

Afirmou que vai continuar lutando pelas camadas menos favorecidas da sociedade. Vale salientar que, ao longo de sua vida pública, tem se dedicado a inúmeras ações sociais, entre elas, a manutenção de um centro de capacitação e formação profissional no bairro Irmã Dulce.

“A Casa da Cidadania precisa de orações”, diz David Neto

O vereador David Neto, em seu discurso na última sessão ordinária de 2002, da Câmara, recomendou aos seguidores do Cristianismo orações para o Legislativo feirense ampliar as ações e projetos de relevância social.

“Eu acho que o que nós precisamos nesta Casa é de muitas orações. Que o povo ore; que as igrejas façam as suas orações e peçam a Deus para conduzir as nossas decisões aqui, porque muitas vezes quando a gente toma uma decisão errada, quem paga é o povo lá fora”, disse.

16ª Legislatura

O vereador fez um balanço dos últimos quatro anos e disse que cumpriu com responsabilidade o seu mandato e as suas funções como  presidente da Comissão de Constituição e Justiça.

Na oportunidade, ele agradeceu a Deus, a equipe de trabalho, aos pares e aos funcionários da Casa pela boa convivência e troca de experiências.

Também fez um agradecimento aos seus eleitores, salientando que a sua votação na eleição de 2012 aumentou em mais de 100 por cento, em relação a 2008.

David conseguiu a reeleição com 4.778 votos, na coligação do prefeito eleito José Ronaldo. No entanto, afirmou que só fará parte da bancada governista se o gestor trabalhar em consonância com os interesses do povo. “Pode ser o prefeito José Ronaldo ou qualquer um”, afirmou.

Quanto à eleição do novo presidente da Câmara, ele disse que dará o voto ao candidato que proporcionar benefícios aos vereadores.

“O futuro presidente tem que ter a parceria de agora em diante; tem que sentar com os vereadores e discutir os assuntos, porque se tem verba própria, tem que dar estrutura ao vereador para trabalhar”, cobrou.

Em seu pronunciamento, ele reclamou também que várias leis de interesse público, inclusive de sua autoria, não estão sendo cumpridas.

Dentre elas, a que dispõe sobre a instalação de painel opaco entre os caixas e os clientes em espera em todas as agências bancárias e instituições financeiras localizadas no município.

Também destacou a lei que obriga as instituições de ensino superior a disponibilizar vagas de estacionamento proporcional ao número de alunos matriculados, e a lei que determina nos shoppings a instalação de um pronto-atendimento para socorro de clientes que possam sofrer mau súbito em suas dependências.

Comandante do 35° Batalhão de Infantaria recebe a Cidadania Feirense 

Em sessão solene realizada na noite de terça-feira (11), a Câmara de Vereadores de Feira de Santana homenageou o comandante do 35° Batalhão de Infantaria, tenente-coronel Rogério Matos dos Santos, com o título de Cidadão Feirense.

O vereador Otávio Joel Araújo, autor da proposta de Decreto Legislativo, traçou o perfil do homenageado, afirmando que se trata de um militar “altamente qualificado”. Destacou a parceria firmada entre o 35º BI e a sociedade.

Segundo ele, a corporação sempre buscou atender às demandas e solicitações, “mesmo as que fugiram das atividades regimentais, comportando-se como autêntico guardião da nossa sociedade”.

No exercício  de suas atividades, salientou Joel, o comandante tem procurado manter a qualidade e a eficiência dos serviços prestados, “que o fizeram conquistar o respeito e a consideração do  povo feirense”.

Segundo Joel, a homenagem consolida uma realidade: “Rogério Matos, pela sua dedicação, pelo seu empenho, pelo seu amor, merece com honras e méritos este reconhecimento”.

A sessão solene foi conduzida pelo vereador Luiz Augusto de Jesus, e prestigiada pelos familiares, oficiais e praças do Exército, além de amigos do homenageado. A Mesa foi composta pelo Tenente Coronel Geraldo dos Santos, representando a Policia Militar e pela mãe do homenageado a senhora Nelcy Matos dos Santos.

Emocionado, oficial do Exército agradece à mãe, pelo êxito na carreira militar 

Em noite marcada pela emoção, o soteropolitano, comandante do 35° Batalhão de Infantaria, o tenente–coronel Rogério Matos dos Santos recebeu, no plenário da Câmara, o título de Cidadania Feirense, pela brilhante passagem na unidade do Exército Brasileiro, sediado em Feira de Santana.

O homenageado iniciou o discurso saudando a todos e agradecendo a presença de cada um. Bastante emocionado, o tenente-coronel Rogério Matos dos Santos, comandante do 35º Batalhão de Infantaria de Feira de Santana, agradeceu à sua genitora, senhora Nelcy Matos dos Santos, pelo êxito na carreira militar.

Afirmou que a ela deve “praticamente tudo”. Lembrou-se da sua infância, tendo sido uma criança muito ‘levada’. “A minha mãe sempre esteve presente em todos os momentos, e digo que, meu filho que aqui se encontra, teve a quem puxar”. Dona Nelcy estava presente ao evento e fez parte da Mesa.

O comandante fez um agradecimento a Deus. “Procuro trilhar os seus caminhos”, afirmou. Disse que divide com o Exército Brasileiro a homenagem. “Por isso fiz questão de trazer os meus principais oficiais e os meus praças para ver esta homenagem, que não é só minha”, declarou.

“Fico muito lisonjeado, mas digo que não fiz nada sozinho. Devo a todos os companheiros esse título de Cidadão Feirense. Já me sentia cidadão mesmo antes de receber a homenagem”, destaca.

No final da sessão solene, todos os presentes foram contemplados com o vídeo intitulado “Braço Forte Mão Amiga”, com imagens dos trabalhos do Exército Brasileiro e uma música em ritmo de forró. Diz a composição: “Sou mão amiga, sou braço forte, Tou aí de Sul a Norte, sou soldado varonil; Sou braço forte, sou mão amiga; Mas também sou bom de briga na defesa do Brasil”.

Perfil do homenageado

O homenageado é Bacharel em Ciências Militares, na conceituada Academia Militar das Agulhas Negras e graduado em Educação Física. Possui pós-graduação em Altos Estudos e Ciências Militares, Bases Geo-Históricas para Formulação Estratégica, Treinamento Desportivo e Análises de Sistema.

Foi chefe da equipe de atletismo militar do Brasil, oficial de operações do Centro de Capacitação Física do Exercito, oficial de operações do 25° Batalhão de Infantaria de Paraquedistas, instrutor da Escola de Educação Física do Exército, entre outras funções.

Vereador cobra do Governo Municipal ações mais eficazes de combate ao Aedes aegipty 

A possibilidade de acontecer uma epidemia de dengue em Feira de Santana, neste verão, causa preocupação ao vereador Angelo Almeida.

Em pronunciamento na tribuna da Câmara, esta semana, o vereador repercutiu uma matéria do jornal Folha do Estado, publicada no último dia (7), que aborda o assunto.

Segundo ele, a matéria intitulada “Feira pode chover epidemia de dengue”, traz uma entrevista com a chefe da Divisão Epidemiológica de Feira de Santana, Amarry Morbeck, onde esta informa que, antes do final deste ano, os casos confirmados da doença já chegaram ao alarmante número de 2.054 pessoas infectadas. Angelo declarou que é quase o dobro de 2011, que contabilizou 1.296 casos de dengue.

O petista lembrou que, no ano de 2009, foram registrados vários casos de dengue na cidade de Feira de Santana, inclusive com vítimas fatais e, por conta disso, naquele ano encaminhou um projeto de lei estabelecendo penalidades ao cidadão que não tomar medidas profiláticas para eliminação dos criadouros do mosquito da dengue (Aedes aegipty).

Conforme Angelo, devido à relevância, o projeto foi aprovado por unanimidade dos vereadores e sancionado pelo prefeito Tarcízio Pimenta, sendo publicada a lei no Diário Oficial no dia 14 de maio de 2009.

No entanto, o vereador afirmou que, apesar de o Governo Municipal gastar muito dinheiro com propaganda, não houve nenhuma campanha de conscientização popular de combate ao mosquito Aedes aegipty nos meios de comunicação, nos últimos anos.

“A nossa lei foi literalmente desprezada, jogada na lata do lixo de Feira de Santana. Todas as cidades deste país que tiveram vontade política e funcional de aplicar esta lei conseguiram reduzir a contaminação pela dengue”, alertou.

Vereador se despede do mandato afirmando que continuará lutando em prol do social 

“Na política ou como cidadão irei sempre participar e cooperar para que tenhamos uma sociedade melhor”.  Declaração é do vereador Ailton Mô, em discurso, nesta quarta-feira (12), na última sessão da 16ª legislatura da Câmara Municipal de Feira de Santana.

Visivelmente emocionado, Ailton Mô agradeceu primeiramente a Deus pelo dom da vida, do amor, pelos desafios e conquistas. Em seguida, ele fez agradecimentos aos seus pares, assessores, profissionais de imprensa e funcionários da Casa da Cidadania. “Tivemos uma relação muito tranquila e muito fraterna com todos”.

O vereador disse que não conseguiu a reeleição em 2012, mesmo obtendo 2.403 votos, mas se sente vitorioso por ser de origem humilde e ter logrado êxito em vários desafios que a vida lhe impôs. “Em nenhum momento fui covarde”, afirmou.

Devido à falta de experiência na vida pública, ele declarou que, em 2008, ficou com um pouco de medo de concorrer à eleição, a qual foi eleito com 1.535.

“Valeu a pena tentar, como valeu a pena concorrer à reeleição, apesar de algumas pessoas dizerem que eu estava acabado e não atingiria a mesma votação de 2008”, disse.

Na Casa da Cidadania, Ailton Mô defendeu o esporte amador como meio de integração social e, sobretudo, como alternativa para retirar adolescentes e jovens da ociosidade. “A minha bandeira nesta Casa sempre foi a política pública de ação social, a política pública de oportunidades”.

No entanto, salientou que, que apesar de muito empenho, às vezes se sente impotente na vida pública, em virtude de não colocar em práticas ações e concepções ideológicas que visam o interesse público.

Antes de disputar um cargo eletivo, Ailton  trabalhou  na Embasa e na Secretaria Municipal de Saúde. Ele também foi jogador de futebol.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10099 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).