Presidenta Dilma Rousseff não está pensando em reforma ministerial, diz Gilberto Carvalho

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Gilberto Carvalho: “A presidenta não está falando em reforma ministerial. A presidenta disse pra gente: não estou pensando nesse assunto e não vamos alimentar uma coisa que não existe. Ela não está pensando nisso. Eu pessoalmente acho que até o fim do ano ela não vai mexer em nada”
Gilberto Carvalho: “A presidenta não está falando em reforma ministerial. A presidenta disse pra gente: não estou pensando nesse assunto e não vamos alimentar uma coisa que não existe. Ela não está pensando nisso. Eu pessoalmente acho que até o fim do ano ela não vai mexer em nada”
Gilberto Carvalho: “A presidenta não está falando em reforma ministerial. A presidenta disse pra gente: não estou pensando nesse assunto e não vamos alimentar uma coisa que não existe. Ela não está pensando nisso. Eu pessoalmente acho que até o fim do ano ela não vai mexer em nada”
Gilberto Carvalho: “A presidenta não está falando em reforma ministerial. A presidenta disse pra gente: não estou pensando nesse assunto e não vamos alimentar uma coisa que não existe. Ela não está pensando nisso. Eu pessoalmente acho que até o fim do ano ela não vai mexer em nada”

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, negou hoje (06/11/2012) que a presidenta Dilma Rousseff esteja tratando de reforma ministerial para ampliar a presença do PMDB no governo após o apoio do partido no segundo turno da eleição municipal em São Paulo, que elegeu o candidato do PT, Fernando Haddad. No segundo turno, Haddad recebeu apoio de Gabriel Chalita, candidato do PMDB na disputa paulistana.

“A presidenta não está falando em reforma ministerial. A presidenta disse pra gente: não estou pensando nesse assunto e não vamos alimentar uma coisa que não existe. Ela não está pensando nisso. Eu pessoalmente acho que até o fim do ano ela não vai mexer em nada”, disse o ministro.

As cúpulas do PT e PMDB vão se reunir hoje em um jantar no Palácio da Alvorada para avaliar o resultado das eleições municipais e a aliança entre os dois partidos. Segundo Carvalho, o principal assunto são as eleições para as presidências da Câmara e do Senado. Há um acordo entre os dois partidos para que o comando da Câmara fique com o deputado Henrique Eduardo Alves e o do Senado com o senador Renan Calheiros, ambos do PMDB.

“Este jantar é muito mais um congraçamento, um reforço da questão da Câmara, da eleição da presidência da Câmara”, reforçou Carvalho.

Antes do jantar, Dilma se reúne com Luiz Inácio Lula da Silva. O ex-presidente chegou ao Alvorada por volta das 15h e não deve participar da reunião da noite.

Sobre Carlos Augusto 9665 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).