Prefeito eleito de Irecê ingressa com ações contra Zé das Virgens por crime eleitoral

O prefeito eleito de Irecê, deputado estadual Luizinho Sobral (PTN) ingressou com três ações junto a Justiça Eleitoral, em Irecê, contra o prefeito e candidato a reeleição derrotado Zé das Virgens (PT) e o vice, Zé Duarte.
O prefeito eleito de Irecê, deputado estadual Luizinho Sobral (PTN) ingressou com três ações junto a Justiça Eleitoral, em Irecê, contra o prefeito e candidato a reeleição derrotado Zé das Virgens (PT) e o vice, Zé Duarte.
O prefeito eleito de Irecê, deputado estadual Luizinho Sobral (PTN) ingressou com três ações junto a Justiça Eleitoral, em Irecê, contra o prefeito e candidato a reeleição derrotado Zé das Virgens (PT) e o vice, Zé Duarte.
O prefeito eleito de Irecê, deputado estadual Luizinho Sobral (PTN) ingressou com três ações junto a Justiça Eleitoral, em Irecê, contra o prefeito e candidato a reeleição derrotado Zé das Virgens (PT) e o vice, Zé Duarte.

O prefeito eleito de Irecê, deputado estadual Luizinho Sobral (PTN) ingressou com três ações junto a Justiça Eleitoral, em Irecê, contra o prefeito e candidato a reeleição derrotado Zé das Virgens (PT) e o vice, Zé Duarte por uso da máquina pública em favor da própria candidatura, captação ilícita de voto e abuso de poder econômico. De acordo com o advogado André Requião, as três ações são comprovadas através de vasta documentação.

Num dos processos, Luizinho Sobral denuncia a compra e distribuição de camisas e guarda-chuvas vermelhos, cor do PT, para centenas de eleitores, e o pagamento de funcionários do comitê do vereador Celso Cambuí com cheque da prefeitura de Irecê. Na outra ação, consta a utilização irregular de ônibus locado pela prefeitura para o transporte de eleitores de Irecê que residem em Salvador, às vésperas do pleito; a suspeita de compra de votos pela primeira-dama Robéria Santana, mulher de Zé das Virgens, no dia da eleição, época em que ela foi conduzida pela Polícia Militar para prestar esclarecimentos na delegacia local; além da participação do prefeito Zé das Virgens em inaugurações, em período eleitoral, o que é vedado pela legislação eleitoral; e, por fim, a compra de distribuição de cestas básicas para eleitores. A última ação trata de abuso de poder econômico, configurado na utilização indevida de meios de comunicação.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9613 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).