Prefeito eleito de Feira de Santana tem encontro com Vicente Falconi no seminário ‘Liderando os Primeiros 100 Dias de Governo’

Joaquim Bahia, Vicente Falconi e José Ronaldo.
Joaquim Bahia, Vicente Falconi e José Ronaldo.
Joaquim Bahia, Vicente Falconi e José Ronaldo.
Joaquim Bahia, Vicente Falconi e José Ronaldo.

A programação desta terça-feira (27/11/2012) do seminário “Liderando os Primeiros 100 Dias de Governo”, realizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), no Auditório da Casa do Saber, em Itaim, São Paulo-SP, contou durante a manhã e a tarde, com palestras do professor Vicente Falconi. O democrata José Ronaldo, acompanhado do consultor Joaquim Bahia, participou do evento junto com prefeitos de várias capitais e cidades brasileiras.

As palestras foram “Mensuração de Desempenho e Resultado: Receita, Despesa, Processo e Projetos”, das 9 às 10h30; “Mensuração de Desempenho e Resultado: Receita, Despesa, Processo e Projetos”, das 10h45 às 12h30; “Os Desafi os de Liderança da Gestão Municipal”, das 15 às 15h30; e “Painel de Controle do Prefeito: Indicadores, Monitoramento de Prioridades”, das 14h45 às 18 horas.

O professor Falconi foi considerado pelo instituto American Society for Quality (ASQ) “uma das 21 vozes do século XXI”, dada a revolução que ele vem introduzindo no setor público brasileiro, com base na capacidade gerencial implantada em empresas de sucesso, como a Gerdau e a Ambev.

Seu maior caso no setor público é o choque de gestão no governo de Aécio Neves (PSDB), em Minas Gerais. Para quem não sabe, o Estado de Minas Gerais se livrou de um déficit de 12% no orçamento – e da moratória – em 2003 para ter superávit e R$ 3 bilhões para investir em 2006. Foi o choque de gestão que revelou para o país o modelo Aécio Neves de governar, reconhecido por todos.

O professor Vicente Falconi ensina que o melhor método só alcança êxito se o líder da organização souber conduzir a equipe a enfrentar as resistências, organizar, planejar e executar ações.

Ele lidera o Falconi Planejamento Estratégico. Também é fundador do Instituto de Desenvolvimento Gerencial (INDG), sediado em Nova Lima (MG).

Sobre Carlos Augusto 9449 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).