Ministério da Cultura inaugura centro em Lisboa

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
A ministra da Cultura, Marta Suplicy, inaugura em Lisboa, o Espaço Brasil - um centro cultural no bairro de Alcântara (no espaço Lx Factory) onde será promovida parte das atividades do Ano do Brasil em Portugal.
A ministra da Cultura, Marta Suplicy, inaugura em Lisboa, o Espaço Brasil - um centro cultural no bairro de Alcântara (no espaço Lx Factory) onde será promovida parte das atividades do Ano do Brasil em Portugal.
A ministra da Cultura, Marta Suplicy, inaugura em Lisboa, o Espaço Brasil - um centro cultural no bairro de Alcântara (no espaço Lx Factory) onde será promovida parte das atividades do Ano do Brasil em Portugal.
A ministra da Cultura, Marta Suplicy, inaugura em Lisboa, o Espaço Brasil - um centro cultural no bairro de Alcântara (no espaço Lx Factory) onde será promovida parte das atividades do Ano do Brasil em Portugal.

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, inaugura em Lisboa, nesta sexta-feira (16/11/2012), o Espaço Brasil – um centro cultural no bairro de Alcântara (no espaço Lx Factory) onde será promovida parte das atividades do Ano do Brasil em Portugal, como shows, apresentações de concertos, exposições, palestras, workshops, gastronomia e outras atividades.

No primeiro dia de funcionamento do centro, a entrada é gratuita e haverá show com Wilson Simoninha e Max de Castro (O Baile do Simonal) e com a fadista Mariza (que abriu o Ano de Portugal no Brasil, simultâneo à promoção brasileira, com shows em Brasília, no Rio e em Belo Horizonte).

Também no centro cultural terá início sexta-feira a exposição O Brasil na Arte Popular: Acervo do Museu Casa do Pontal, um dos maiores de arte popular no Brasil mantido no Rio de Janeiro pela família do designer francês Jacques Van de Beuque (1922-2000).

Além da música e da arte popular, o Brasil também está em cartaz no teatro, no cinema e nas rodas literárias. No fim de semana foi a vez de Hell, peça adaptada e dirigida pelo cineasta Hector Babenco e estrelada por Bárbara Paz – em cartaz no Teatro Dona Maria II (Rossio, Lisboa), onde ocorre a Mostra do Teatro Brasileiro e foram apresentados recentemente a peça Cartas de Maria Julieta e Carlos Drummond de Andrade e o espetáculo Bibi em Concerto.

Para quem gosta de literatura brasileira, Jorge Amado (1912-2001) será tema de um colóquio, de hoje (12) a quarta-feira (14) com acadêmicos das universidades de Lisboa e de Coimbra. Além disso, filmes brasileiros estão sendo exibidos gratuitamente no Festival Rotas e Rituais, no Cinema São Jorge (Avenida Liberdade).

Sobre Carlos Augusto 9707 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).