Militantes petistas de Salvador homenageiam Orlando Miranda

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Familiares e amigos de Orlando lembraram a trajetória do militante, que chegou a Salvador no início dos anos 60 para dar continuidade aos estudos e foi fundador da organização revolucionária Política Operária (Polop).
Familiares e amigos de Orlando lembraram a trajetória do militante, que chegou a Salvador no início dos anos 60 para dar continuidade aos estudos e foi fundador da organização revolucionária Política Operária (Polop).

O militante petista, Orlando Miranda, que faleceu em setembro deste ano, vítima de um câncer com o qual lutava há quase 10 anos, foi homenageado na manhã do sábado (10/11/2012), na sede da 2º e 13º zonais do PT, no Rio Vermelho. Velhos companheiros de militância, entre eles o deputado estadual Marcelino Galo, estiveram presentes e prestaram homenagens ao companheiro. “Orlando foi um expoente baiano que sempre esteve comprometido nas lutas em prol dos ideais socialistas e contra a ditadura militar que se iniciou em 1964”, ressalta o parlamentar.

Familiares e amigos de Orlando lembraram a trajetória do militante, que chegou a Salvador no início dos anos 60 para dar continuidade aos estudos e foi fundador da organização revolucionária Política Operária (Polop), além de dirigente do Diretório Acadêmico de Engenharia da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e também da União dos Estudantes da Bahia (UEB). Orlando Miranda teve participação ainda como diretor do Sindicato dos Engenheiros da Bahia (Senge/Ba) e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA)  durante várias gestões, e atuou também no Sindicato dos Eletricitários da Bahia (Sinergia). Para Galo “o PT ficou órfão desse líder que sempre lutou em prol das nossas lutas”, finaliza.

 

Sobre Carlos Augusto 9652 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).