Louvado seja Deus

Justiça mantém a frase “Deus seja louvado” nas cédulas de real.

A 7ª Vara da Justiça de São Paulo negou o pedido, feito pelo Ministério Público Federal, de retirar a frase “Deus seja louvado” do papel-moeda nacional.

A decisão levou em consideração a alegação do Banco Central de que a retirada da expressão iria custar R$ 12 milhões aos cofres públicos e gerar intranquilidade na sociedade.

Na decisão, o Juiz entendeu que “não se aferiu a existência de oposição aos dizeres inscritos nas cédulas no âmbito do seio social, […] a alegação de afronta à liberdade religiosa não veio acompanhada de dados concretos, colhidos junto à sociedade, que denotassem um incômodo com a expressão “Deus” no papel-moeda.”

Expressão “Deus seja louvado” lembra que dinheiro está a serviço das pessoas, diz CNBB.

O secretário-geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), dom Leonardo Ulrich Steiner, afirmou nesta terça-feira (13/11) que há “coisas muito mais essenciais” para se preocupar do que a retirada da expressão “Deus seja louvado” das notas de real, pedida em uma ação protocolada ontem pelo Ministério Público Federal.

Para ele, a existência da expressão nas frases “poderia lembrar que o próprio dinheiro deve estar a serviço das pessoas, especialmente dos pobres, na partilha e na solidariedade”.

O pedido de retirada da frase, feito pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão em São Paulo à Justiça Federal, diz que a expressão nas notas fere os princípios de laicidade do Estado e de liberdade religiosa.

O religioso, no entanto, contestou trecho da ação que afirma que a existência da frase nas notas “constrange a liberdade de religião de todos os cidadãos que não cultuam Deus”.

“Não vejo que constrange, mas pode incomodar aos que afirmam não crer. As pessoas que vivem a sua fé, em suas diversas expressões, certamente não se sentem constrangidas pois vivem da grandeza da transcendência”, afirmou.

Fonte: http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/infomoney/2012/11/30/justica-mantem-a-frase-deus-seja-louvado-nas-cedulas-de-real.jhtm

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Juarez Duarte Bomfim
Baiano de Salvador, Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Tem trabalhos publicados no campo da Sociologia, Ciência Política, Teoria das Organizações e Geografia Humana. Diversas outras publicações também sobre religiosidade e espiritualidade. Suas aventuras poético-literárias são divulgadas no Blog abrigado no Jornal Grande Bahia. E-mail para contato: [email protected]