Jequié sedia edição 2012 da Festa Literária do Sertão

Cartaz da edição 2012 da Festa Literária do Sertão de Jequié.
Cartaz da edição 2012 da Festa Literária do Sertão de Jequié.

Entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro de 2012 a cidade de Jequié, localizada a 365 km de Salvador, sediará a primeira edição da Festa Literária do Sertão de Jequié – Felisquié, que tem como tema central “O regional que se torna universal”, revelando a força global de ícones da cultura nordestina e discutindo variados assuntos relacionados à literatura e outras linguagens artísticas.

No primeiro dia do evento já poderá ter uma ideia da variedade que marcará sua programação. O escritor, jornalista e sociólogo Mouzar Benedito falará sobre mitologia brasileira e lançará uma coleção de seis livros sobre mitos ecológicos da cultura de tradição oral no Brasil: O Saci – guardião da floresta; A Iara – encanto das águas; O Curupira – nosso gênio das matas; O Caipora – amigo dos bichos; O Boitatá – este mito é fogo!; Lobisomem, Cuca e Mula sem Cabeça – importados e naturalizados. Figura mitológica conhecida em todos os cantos do Brasil e eternizado nas histórias de Monteiro Lobato, o Saci Pererê surge como uma das opções para ser mascote da Copa do Mundo no Brasil, em 2014 e a ideia foi  lançada por Mouzar Benedito, que tem feito um apelo ao governo brasileiro e à Federação Internacional de Futebol (Fifa) para  que as entidades adotem o folclórico menino de uma perna só como símbolo do evento esportivo no país, mas  Mouzar não se limitará aos mitos brasileiros.  Ele vai abordar também a história de Luiz Gama e lançará ainda o livro Luiz Gama, libertador de escravos, e sua mãe libertária, Luíza Mahin.

Já o jornalista Carlos Souza Yeshua enfocará a estratégia mercadológica de Paulo Coelho que o transformou no escritor com mais de 100 milhões de livros vendidos e o autor vivo mais traduzido em todo mundo. O tema da palestra é Paulo Coelho – O Mago da Literatura. Yeshua fará também o lançamento do livro que contém uma coletânea de artigos intitulado: Carta ao Presidente-Brasileiros em busca da cidadania.  A professora Maribel Barreto discorrerá sobre o tema A razão como base para desenvolvimento da consciência e lançará seu livro Ensaios sobre Consciência.

Uma oficina sobre criação literária de crônicas será ministrada pelo escritor e professor Vitor Hugo Martins. Antes do Passado, o silêncio que vem do Araguaia: memória, verdade e história brasileira é o tema da palestra da escritora Liniane Haag Brum, que também lançará um livro sobre o assunto.

Centenário – Os cem anos de nascimento de Jorge Amado e Luiz Gonzaga e de criação do Jornal A TARDE serão lembrados pela Felisquié. O diário baiano será homenageado por conta de seu apoio a produção literária baiana e por ser fonte de pesquisa para textos literários.  “No romance histórico que escrevi, Anésia Cauaçu, A TARDE foi uma das minhas fontes de pesquisa”, afirma o escritor Domingos Ailton, curador da Festa Literária do Sertão de Jequié – Felisquié. Uma mesa redonda sobre curiosidade do Jornal A TARDE terá a participação dos jornalistas Carlos Ribeiro, Heloísa Sampaio e Marjorie Moura e o veículo será representado na homenagem pelo seu gerente comercial, Edmilson Vaz.

A dimensão da obra de Jorge Amado será abordada em painel com a participação dos escritores e estudiosos dos textos amadianos Gildeci Leite, Adriana Barbosa, Bohumila Araújo e Domingos Ailton; o professor Erisvaldo Pereira dos Santos falará sobre Religião de matriz africana  na literatura de Jorge Amado: a propósito do texto “O compadre de Ogum”. O professor Gildeci Leite lançará também o seu livro Jorge Amado: da ancestralidade à representação dos orixás. Já a produção musical de Luiz Gonzaga terá como debatedores o cineasta Robinson Roberto, o jornalista César Rasec e os músicos Lourival Eça e Carlos Éden. Neste painel o cineasta Robinson Roberto revelará imagens e informações inéditas sobre o Rei do Baião. Uma delas mostra o anão, que era de Jequié e integrou o trio musical de Gonzagão. O poeta e cronista Luis Cotrim, um dos fundadores da Academia de Letras de Jequié e ícone do mundo literário da cidade, falecido no último dia 3 de novembro aos 95 anos será também homenageado com dois documentários, um de Robinson Roberto e outro de Júlio Lucas.

Contracultura dos anos 60 – A contribuição de artistas jequieenses para contracultura dos anos 60 será uma tema de discussão por parte dos cineastas Tuna Espinheira, Robinson Roberto, do artista plástico Dicinho e do ex-presidente da Agência Nacional de Petróleo – ANP, Haroldo Lima. Já o professor Luciano Costa Santos vai enfocar em sua palestra cultura nacional, modernidade e globalização.

Adaptações literárias 

O processo de adaptação de uma obra literária para o teatro, o cinema e a televisão será o foco de discussão de um painel que contará com a participação dos cineastas Tuna Espinheira e Guido Araújo, dos jornalistas Joaquim Botelho e Rogéria Gomes e do ator Robério Lima, que interpretou “o professor” no filmeCapitães da Areia, de Cecília Amado, adaptado do romance de Jorge Amado.

Os escritores Domingos Ailton, Carlos Ribeiro e Morgana Gazel falarão sobre o poder de transformação da literatura. Poética visual na internet: a experiência dasConcrecoisas  é  o tema da palestra do jornalista, compositor e poeta  César  Rasec. O processo de produção e circulação de um livro terá como expositores os escritores Valdeck Almeida de Jesus, Roberto Leal e Carlos Souza Yeshua.  A jornalista e escritora Rogéria Gomes discorrerá sobre a história do teatro no Brasil e as grandes atrizes que marcaram os palcos brasileiros. Na oportunidade se reportará a fatos marcantes do teatro nacional, aos dramaturgos como Nelson Rodrigues, que está completando também cem anos de nascimento neste ano de 2012 e as divas das artes cênicas do País como as atrizes Eva Wilma, Norma Brum e Laura Cardoso, que foram entrevistas por Rogéria Gomes e estão no livro As Grandes Damas – E Um Perfil do Teatro Brasileiro. Literatura no contexto atual do Brasil é o tema da conferência de encerramento do evento, que terá como palestrante o presidente da União Brasileira de Escritores – UBE, o jornalista e escritor Joaquim Botelho.

Filmes

Não só debates compõem a programação da Felisquié. Atividades culturais como encenações teatrais, recitais de poesia, contação de histórias, declamação de cordéis e exibição de filmes de ficção e videocomentários  também farão parte do evento. Serão exibidos Cascalho, de Tuna Espinheira, Cine Jequié e Luís Cotrim, de Robinson Roberto, Ambiente Natural e Memória de Contendas do Sincorá e O Candomblé na Cidade de Jequié, de Domingos Ailton, Testemunho de um leitor de Jorge Amado, de Carlos Pronzato, Caçadores da Alma, de Silvio Tendler e Luis Cotrim – Poeta Dourado, de Júlio Lucas.

Sertão e regionalismo

“Tive a ideia de realizar  a Festa Literária do Sertão de Jequié durante uma conversa  com o poeta e jornalista Valdeck Almeida de Jesus no Congresso da União Brasileira de Escritores – UBE em Ribeirão Preto, em novembro de 2012.  O nosso projeto desde de início foi levar intelectuais de várias partes do País para o sertão de Jequié e realizar um evento que possa mostrar a força e a cultura do nosso sertão para que os moram na região e os que estão vindo de fora”  conta o curador da Felisquié, Domingos Ailton, que participa de uma mesa redonda juntamente com a graduanda do curso de Letras,  Jeanne  Paganucci  sobre o tema central doevento O regional que se torna universal.  Para Domingos Ailton, o regionalismo foi uma tendência marcante do modernismo e fez com que a literatura brasileira ganhasse milhares de leitores no Brasil e em outros países, mas não tem obtido o devido valor do meio acadêmico. “A Felisquié quer enaltecer a literatura regional e a cultura do sertão”, ressalta.

A Festa Literária do Sertão de Jequié conta com chancela e apoio da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da UESB, da Academia de Letras de Jequié e da União Brasileira de Escritores – UBE.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120832 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.