FENAGRO comemora 25 anos homenageando Luiz Gonzaga

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Eduardo Salles: “Este evento é um marco da agropecuária baiana. Representa o fechamento dos eventos de 2012, um ano difícil e complicado, por causa da seca, mas com indicativos de que 2013 será melhor e mais produtivo, um ano com novos desafios e com muitas oportunidades”.
Eduardo Salles: “Este evento é um marco da agropecuária baiana. Representa o fechamento dos eventos de 2012, um ano difícil e complicado, por causa da seca, mas com indicativos de que 2013 será melhor e mais produtivo, um ano com novos desafios e com muitas oportunidades”.
Eduardo Salles: “Este evento é um marco da agropecuária baiana. Representa o fechamento dos eventos de 2012, um ano difícil e complicado, por causa da seca, mas com indicativos de que 2013 será melhor e mais produtivo, um ano com novos desafios e com muitas oportunidades”.
Eduardo Salles: “Este evento é um marco da agropecuária baiana. Representa o fechamento dos eventos de 2012, um ano difícil e complicado, por causa da seca, mas com indicativos de que 2013 será melhor e mais produtivo, um ano com novos desafios e com muitas oportunidades”.

Empresários, agricultores e jornalistas participaram, na manhã desta segunda-feira (19/11/2012), de um café da manhã no Baby Beef, promovido pela Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (ACCOBA), em parceria com a Secretaria da Agricultura (Seagri). O evento serviu para apresentar a 25ª edição da Feira Nacional da Agropecuária (Fenagro), principal evento do setor do Norte-Nordeste e uma das cinco maiores do Brasil, que acontece entre os dias 24 de novembro ao dia 2 de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador.

“Este evento é um marco da agropecuária baiana. Representa o fechamento dos eventos de 2012, um ano difícil e complicado, por causa da seca, mas com indicativos de que 2013 será melhor e mais produtivo, um ano com novos desafios e com muitas oportunidades”, disse o secretário da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Sales. Ele destacou que um dos objetivos do evento é valorizar o homem do campo, além de promover o encontro do campo com a cidade. Este ano, a Fenagro homenageia Luiz Gonzaga no ano do seu centenário, e os 25 anos da banda Asa de Águia, que fará um show, no dia 25, domingo.

A organização da feira preparou todos os espaços do parque com nomes das canções do Rei do Baião. Ao entrar, o público passará pelo túnel “Aproveita Gente”, onde receberá boas vindas. Os visitantes vão ver in loco como funcionam as 27 cadeias produtivas da Bahia, inclusive uma fábrica de chocolate e um pequeno laticínio, desde a ordenha até a fabricação de queijos.

A expectativa é de que a Fenagro atraia mais de 300 mil pessoas nesta 25ª edição, e movimente mais de R$ 100 milhões em negócios, através da venda direta e indireta de animais, maquinários, implementos e financiamentos agrícolas, além de 21 leilões que acontecerão durante a exposição.

Participam desta edição 800 expositores com seis mil animais, entre bovinos, com 1,1 mil exemplares, eqüinos (800), caprinos e ovinos (3 mil), além de pequenos animais. No ano em que a maior feira agropecuária do Norte-Nordeste realiza a sua 25ª edição, a programação não poderia deixar de contar com atrações importantes, como exposições nacionais (Santa Inês e Saanen), leilões, cursos de formação e capacitação, shows musicais, concurso de “Rainha e Princesas Fenagro”, Teen Penning (esporte eqüestre) e a 3ª Feira de Agricultura Familiar. Serão homenageadas as raças Nelore, Campolina, Santa Inês e Saanen, das espécies bovina, eqüina, ovina e caprina, respectivamente.

Sobre Carlos Augusto 9654 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).