Fábrica para embalagem de algodão será implantada no CIS, em Feira de Santana

Diretoria da TAMA Brasil, da SICM e do CIS, comemoram investimentos. Unidade baiana será a primeira do país a produzir o plástico com tecnologia RMW, que embala o algodão na própria colheitadeira.
Diretoria da TAMA Brasil, da SICM e do CIS, comemoram investimentos. Unidade baiana será a primeira do país a produzir o plástico com tecnologia RMW, que embala o algodão na própria colheitadeira.
Diretoria da TAMA Brasil, da SICM e do CIS, comemoram investimentos. Unidade baiana será a primeira do país a produzir o plástico com tecnologia RMW, que embala o algodão na própria colheitadeira.
Diretoria da TAMA Brasil, da SICM e do CIS, comemoram investimentos. Unidade baiana será a primeira do país a produzir o plástico com tecnologia RMW, que embala o algodão na própria colheitadeira.

Até o final de 2013, a Bahia vai ganhar uma fábrica de embalagem plástica RMW para colheita de algodão. A Tama Brasil – empresa de capital israelense – vai investir US$ 22 milhões na construção da unidade, localizada no Centro Industrial do Subaé (CIS), em Feira de Santana, com a previsão de geração de 50 empregos diretos.

A fábrica baiana será a primeira do país a produzir o módulo cilíndrico de enfardamento (Round Module Wrap, em inglês), que embala o algodão na própria colheitadeira. “É um produto sem similar no Brasil e esta será a primeira fábrica fora de Israel produzi-lo”, garante Decio Luizotti, administrador da Tama Brasil.

 “A chegada da Tama representa um avanço no processo de modernização do setor algodoeiro em nosso estado”, diz Luiz Gonzaga de Souza, subsecretário da Indústria, Comércio e Mineração, que representou o secretário James Correia durante a assinatura do protocolo de intenções, na sede da Sicm.

Segundo produtor de algodão do país – atrás apenas de Mato Grosso -, a Bahia disputou a fábrica com São Paulo, Goiás e o próprio Mato Grosso. “A opção pela Bahia foi devido a sua importância como produtor, juntamente com a localização estratégica e uma boa infraestrutura logística”, afirma Luizotti.

Tecnologia de ponta

O plástico RMW é desenvolvido exclusivamente para colheitadeiras da marca John Deere, maior fabricante de máquinas agrícolas do mundo. “O RMW foi criado em parceria com a John Deere, de forma a garantir a colheita contínua, otimizando o tempo do processo e revolucionando o método tradicional de enfardamento do algodão”, revela Luizotti.

Fundada há mais de 60 anos em Israel, a Tama é líder mundial na fabricação de redes plásticas especiais utilizadas em colheitas. A empresa possui oito fábricas na Europa e detém mais de 50% deste mercado. “Somos fornecedores exclusivos da John Deere em todo o mundo”, finaliza Luizotti.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109848 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]