Entrada da Venezuela no Mercosul, vai contribuir para colocar Norte e Nordeste do Brasil na rota de comércio do bloco econômico

Presidentes Hugo Chávez Frías e Dilma Vana Rousseff ampliam relação da Venezuela com o Brasil.
Presidentes Hugo Chávez Frías e Dilma Vana Rousseff ampliam relação da Venezuela com o Brasil.

A entrada da Venezuela no Mercosul, em julho último, vai contribuir para colocar o Norte e Nordeste do Brasil na rota de comércio do bloco econômico. Isso porque, até então, as relações comerciais dos países que formam o Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) beneficiavam em peso a região sul do Brasil por conta da localização geográfica. A avaliação é do presidente da Federação de Câmaras de Comércio e Indústria Venezuela-Brasil, José Francisco Marcondes, idealizador e coordenador do Fórum Multilateral de Negócios no Mercosul, que tem sua segunda edição prevista para Salvador, nos dias 8 e 9 de novembro de 2012, no Hotel Pestana.

Na avaliação de Marcondes, existe um potencial de 100 milhões de habitantes, distribuídos entre o Norte/Nordeste do Brasil, países da região andina (Equador, Colômbia e Venezuela), além do Caribe, que precisam ser atendidos. “Faz mais sentido criar parques indústrias em regiões próximas a esse público, o que beneficiaria inevitavelmente o Norte/Nordeste do Brasil”, avalia, desconsiderando críticas de que o Mercosul esteja fadado ao fracasso por conta de questões políticas. “Essas mesmas pessoas que criticam o Mercosul são as que dizem que a entrada da Venezuela vai prejudicar o bloco”, acentua Marcondes, observando que esse país é extremamente importante na relação econômica do Brasil – é seu 18º sócio comercial. Atualmente, 4 mil empresas brasileiras importam e exportam para o país de Hugo Chaves, gerando uma corrente comercial de US$ 6 bilhões/ano, com superávit favorável al Brasil de US$ 5 bilhões.

Mas o Marcondes faz questão de frisar que o Fórum Multilateral de Negócios no Mercosul não pretende discutir apenas a questão da Venezuela, mas promover a integração do bloco como um todo, promovendo negócios, atraindo compradores de todos os países vizinhos para produtos e serviços locais, incentivando parcerias e investimentos. O evento, que tem inscrições gratuitas, vai contar com conferências e rodadas de negócios, com expectativa de reunir um público de 300 pessoas.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108892 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]