PM prende acusados de roubar R$ 1 milhão em joias durante assalto em Feira de Santana

Os acusados chegaram em Feira de Santana, no último sábado (06/10/2012), e se hospedaram em um hotel na Avenida Presidente Dutra, onde planejaram o assalto.
Os acusados chegaram em Feira de Santana, no último sábado (06/10/2012), e se hospedaram em um hotel na Avenida Presidente Dutra, onde planejaram o assalto.
Os acusados chegaram em Feira de Santana, no último sábado (06/10/2012), e se hospedaram em um hotel na Avenida Presidente Dutra, onde planejaram o assalto.
Os acusados chegaram em Feira de Santana, no último sábado (06/10/2012), e se hospedaram em um hotel na Avenida Presidente Dutra, onde planejaram o assalto.

De acordo com o Tenente da PM, Marcilio Reis, os acusados chegaram em Feira de Santana, no último sábado (06/10/2012), e se hospedaram em um hotel na Avenida Presidente Dutra, onde planejaram o assalto.

Três homens que saíram do estado do Paraná, foram presos por volta das 8h30 da manhã desta segunda-feira (8), no centro da cidade de Feira de Santana, próximo a estação rodoviária, acusados de assaltar a joalheria La Princesa, na Avenida Getúlio Vargas.

Segundo Jesus Cal Canda, proprietário da loja, os dois assaltantes chegaram ao estabelecimento se passando por clientes e pedindo para ver brincos de crianças. Quando a funcionária apresentou as joias, um dos homens sacou uma pistola 9mm, de fabricação israelense e anunciou o assalto apontando a arma para a boca do proprietário. Um policial a paisana percebeu a movimentação e acionou a equipe Moto Centro, da 64ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), que passava próximo ao local. Imediatamente os policiais perseguiram os homens que tentavam fugir com as joias em um veículo Fox, mas foram interceptados e presos próximo à rodoviária, onde um segundo veículo, um Eco Sport, os aguardava para despistar a polícia.

Antes de fugir, um dos acusados percebeu o sinal do PM a paisana para a equipe e atirou contra o policial, que não foi atingido.

De acordo com o tenente Marcilio Reis, os acusados chegaram à cidade no último sábado (6) e se hospedaram em um hotel na Avenida Presidente Dutra, onde planejaram o assalto.

Os três acusados apresentaram nomes falsos à polícia. Julio Valdomiro, o “Índio” de 43 anos, se identificou como Julio Cesar Machado Júnior; Michel Peloto 32 anos, se identificou como, Marcos Teodoro Soares da Silva; e Michel Gonzaga 25 anos, natural de Porto Alegre, se identificou como Jefferson Chenydel. Todos foram autuados e flagrantes e apresentados no Complexo Policial Investigador Bandeira.

O proprietário da joalheria disse ao Acorda Cidade que as joias levadas estão avaliadas em cerca de R$ 1 milhão e que quatro lojas dele já foram assaltadas. A mercadoria roubada foi recuperada e devolvida ao proprietário.

Sobre Carlos Augusto 9463 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).