Hebe Camargo morre aos 83 anos em São Paulo

Morreu na madrugada de sexta-feira (29/09/2012), enquanto dormia, a apresentadora Hebe Camargo.
Morreu na madrugada de sexta-feira (29/09/2012), enquanto dormia, a apresentadora Hebe Camargo.

Morreu na madrugada de sexta-feira (29/09/2012), enquanto dormia, a apresentadora Hebe Camargo. De acordo com a assessoria de imprensa, Hebe estava em sua casa, no bairro Morumbi, na capital paulista, quando sofreu uma parada respiratória. Ela tinha 83 anos e sofria de câncer no peritônio desde o início de 2010.

A apresentadora paulista Hebe Camargo começou sua carreira como cantora, depois foi atriz e acabou consagrando-se como líder de programas de televisão. Dona de um estilo próprio, Hebe consolidou um modo espontâneo, bem-humorado e ousado à televisão brasileira. Também passou a ser referência em moda, pois jamais negou que apreciava o luxo ao usar jóias chamativas e caras.

Nos últimos anos, Hebe passou a lutar contra o câncer. Em 2010, retirou um tumor no estômago, porém foram identificados nódulos, diagnosticados como um tipo raro e de difícil tratamento de câncer no peritônio. Nos anos seguintes, ela passou por uma cirurgia para a retirada da vesícula e em julho voltou a ser internada.

No começo da carreira como cantora, Hebe formava, com a irmã Stella, a dupla Rosalinda e Florisbela. Inicialmente, o estilo da dupla era caipira. Depois, Hebe passou a fazer apresentações de sambas e boleros em boates.

Hebe participou da inauguração da televisão no Brasil. Trabalhou na extinta TV Tupi, de São Paulo, e um dos destaques foi um dueto que fez com o cantor Ivon Curi. A estreia na TV ocorreu em 1955, no primeiro programa feminino da TV brasileira O Mundo É das Mulheres. Em seguida, ela foi para a TV Continental, TV Record e SBT, entre outras.

Na época da Jovem Guarda, nos anos de 1960, Hebe colaborou no lançamento de Roberto Carlos, Wanderléa e Ronnie Von, apelidado por ela de Príncipe.

Presidente Dilma Rousseff lamenta a morte de Hebe Camargo

A presidenta Dilma Rousseff disse, em nota à imprensa, ter recebido “com tristeza” a notícia do falecimento da cantora e apresentadora Hebe Camargo. Dilma, que tinha Hebe como “uma amiga”, destacou que ela era uma das mais importantes personalidades da televisão brasileira.

“Com sua simpatia e espontaneidade, recebeu, ao longo de seis décadas, as mais diversas personalidades em seus programas de televisão, mantendo sempre uma grande sintonia com o público”, acrescentou a presidenta.

Para Dilma, fãs de todo o país perderam neste sábado a alegria da apresentadora de televisão. “Neste momento de dor e tristeza, quero me solidarizar com sua família, seus amigos e todos os telespectadores brasileiros”.

Hebe morreu nesta madrugada, enquanto dormia. De acordo com a assessoria de imprensa, Hebe estava em sua casa, no bairro Morumbi, na capital paulista, quando sofreu uma parada respiratória. Ela tinha 83 anos e sofria de câncer no peritônio desde o início de 2010.

Hebe é enterrada sob aplausos de fãs, amigos e autoridades

Sob aplausos, a apresentadora Hebe Camargo, de 83 anos, foi enterrada no sábado (30/09/2012) por volta das 10h30, no Cemitério Gethsemani, no Morumbi, em São Paulo. Pelo menos 1,5 mil pessoas acompanharam o cortejo e o enterro da artista, segundo a direção do cemitério. Artistas, amigos e autoridades, como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o deputado Paulo Maluf (PP-SP), participaram da despedida da apresentadora.

Além de divulgar nota à imprensa, na qual manifestou “tristeza” com a notícia do falecimento da apresentadora, a presidenta Dilma Rousseff ainda enviou coroa de flores para as últimas homenagens prestadas a Hebe Camargo.

Hebe morreu ontem pela manhã, enquanto dormia, em decorrência de uma parada cardíaca, depois de passar os últimos anos lutando contra o câncer. Um veículo do Corpo de Bombeiros transportou o caixão em cortejo aberto pelas principais ruas da capital paulista. O corpo da apresentadora foi velado no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, e a missa foi celebrada pelo padre Marcelo Rossi, amigo de Hebe.

Fãs cantaram Como é Grande Meu Amor por Você, de Roberto Carlos, em homenagem à Hebe. Os parentes e amigos presentes se emocionaram e acompanharam a homenagem. Segundo a assessoria do Palácio dos Bandeirantes, cerca de 8 mil pessoas passaram pelo velório da apresentadora.

Além de Alckmin e Maluf, estiveram presentes o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, os cantores Roberto Carlos, Jair Rodrigues, Vanderleia, Agnaldo Rayol e Ronnie Von.

Também despediram-se de Hebe os apresentadores de programas de televisão Carlos Massa (Ratinho), Eliana, Sérgio Groisman, Otávio Mesquita e Ana Hickmann, as atrizes Lolita Rodrigues e Bruna Lombardi, e os humoristas Tom Cavalcante e Carlos Alberto de Nóbrega, assim como a ex-jogadora de basquete Hortência.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9162 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).