Fazer Política sem hipocrizia

Por esses dias, pensando sobre política, percebi o quanto ela já perdeu o seu sentido! Hoje, nada mais é para alguns, do que a disputa por cargos de poder para manter status.

Diz-se pensar no povo, na cidade, na melhoria… porém atitudes mostram que pensam sim, na melhoria dos seus próprios bolsos! É hipocrisia criticar a oposição, alegando que ela só pensa em seu benefício, quando, com certeza, vai agir da mesma forma. Política é apresentar propostas e planos de governo. É fazer pelo povo não tudo o que ele espera, mas o que precisa. É deixar de se preocupar com a oposição, porque tem mais estratégias de governo a colocar no papel e analisar como seria o concreto.

Fazer política não é denegrir a imagem das pessoas ou ofendê-las pelo fato de estarem em lados opostos. É reconhecer quem foi um bom administrador e não se desfazer dele pelo simples fato de ser oposição. Fazer política é saber cultivar as amizades, mesmo que estejam em lados opostos. É ter CONSCIÊNCIA de que política passa, mas os AMIGOS ficam.

Fazer política é tratar os adversários com respeito e dignidade para ser tratado da mesma forma, Independente de lado, partido ou cidade. Fazer política é pedir voto sem precisar fazer alusão aos oponentes. É se defender sim, mas com educação. É se preocupar com o seu plano de governo, entregar nas mãos de DEUS e deixar que o POVO decida. É ser inteligente em não mencionar o nome do ADVERSÁRIO, porque isso só dá ibope.

“FAZER POLÍTICA É MUITO MAIS DO QUE ESTOU VENDO POR AÍ… E ISSO É LAMENTÁVEL!!!”

Fonte Minha sobrinha Mille Just – Aracajú/SE.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Alberto Peixoto 488 Artigos
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.