Em entrevista ao Bom Dia Feira, deputado Zé Neto fala sobre as ações do governo na cidade de Feira de Santana

“Continuarei trabalhando por minha cidade”, disse Zé Neto.
“Continuarei trabalhando por minha cidade”, disse Zé Neto.
“Continuarei trabalhando por minha cidade”, disse Zé Neto.
“Continuarei trabalhando por minha cidade”, disse Zé Neto.

Aspirações políticas e investimentos do governo do estado em Feira de Santana foram algumas das questões respondidas pelo deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT) em entrevista concedida na manhã desta sexta-feira (26/10/2012), no programa Bom Dia Feira, da rádio Princesa FM.

Entrevistado pelo âncora do programa, o jornalista Dilson Barbosa, e por ouvintes que participam com perguntas enviadas através de torpedos, Zé Neto fez um avaliação da campanha eleitoral. “Não estávamos a fim de atacar ninguém, mas chegou um momento em que precisei me defender. Vim para apresentar propostas, para defender um projeto que, doa em quem doer, mudou a história do povo brasileiro porque não existe país do mundo que tenha a mudança social que teve o Brasil em 10 anos”.

Questionado sobre suas aspirações políticas disse: “o tempo é quem vai dizer quais são as conjecturas e conjunturas. Eu tenho o sentimento coletivo do partido e do governo. Se eu vou ser candidato a deputado estadual ou federal é o tempo que vai dizer também.”

Ao responder os “torpedões” enviados pelos ouvintes, falou sobre os investimentos do governo do estado na cidade. “Precisamos dizer que estamos trabalhando muito. Foi assim com o Hospital Estadual da Criança e com as obras de saneamento. Chegamos aqui com 30% de saneamento na cidade, hoje temos 65% e chegaremos a mais de 80%. Duas semanas depois das eleições, regularizamos duas áreas do CIS trazendo uma empresa eólica e outra de agronegócios; trouxemos oito viaturas para atender aos distritos diante do fim do contrato com a prefeitura. Continuarei trabalhando por minha cidade”.

Dilson Barbosa também perguntou se o governo do estado tem alguma proposta para a FAMFS [Fundação de Apoio do Menor de Feira de Santana] que hoje enfrenta dificuldades com questões como dívidas trabalhistas. “UFRB, FAMFS e questões que envolvem a seca são alguns dos assuntos que tratarei com o governador na próxima semana. A FAMFS é um importante empreendimento e vamos tentar uma solução para essa situação”.

Zé Neto finalizou a entrevista agradecendo a oportunidade e a atenção dos ouvintes, informando, também, que irá à Brasília em busca de novos leitos de UTI para a cidade.

Sobre Carlos Augusto 9462 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).