Eleições 2012 em Salvador | Ex-presidente Lula em apoio à candidatura de Nelson Pelegrino declara: “O povo pobre desse país não merece candidato mentiroso”

"Quando a gente tem um prefeito que não fez as coisas que prometeu, a gente não vota em um pior, a gente vota em um melhor. E o melhor é o Nelson Pelegrino, para dirigir a cidade de Salvador", aconselhou Lula, hoje, para o povo soteropolitano.
"Quando a gente tem um prefeito que não fez as coisas que prometeu, a gente não vota em um pior, a gente vota em um melhor. E o melhor é o Nelson Pelegrino, para dirigir a cidade de Salvador", aconselhou Lula, hoje, para o povo soteropolitano.
"Quando a gente tem um prefeito que não fez as coisas que prometeu, a gente não vota em um pior, a gente vota em um melhor. E o melhor é o Nelson Pelegrino, para dirigir a cidade de Salvador", aconselhou Lula, hoje, para o povo soteropolitano.
“Quando a gente tem um prefeito que não fez as coisas que prometeu, a gente não vota em um pior, a gente vota em um melhor. E o melhor é o Nelson Pelegrino, para dirigir a cidade de Salvador”, aconselhou Lula, hoje, para o povo soteropolitano.

Este final de semana será especial para todos os soteropolitanos e, em especial, para o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva. No sábado (27/10/2012), ele completa 67 anos e exatos dez anos desde que foi eleito pela primeira vez pelos brasileiros.

“Em primeiro lugar, duvido que haja alguém que ame mais o povo brasileiro do que eu. Em nome dessa relação entre nós, em nome da lealdade entre nós, peço de presente a eleição de Nelson Pelegrino para prefeito de Salvador”, disse Lula durante o comício realizado nesta quarta-feira (24/10/2012), no clube de Paripe, no subúrbio da capital baiana.

Lula ainda emocionou os presentes ao dizer que a população sabe que quando Pelegrino olha no olho está dizendo a verdade, diferente do candidato da oposição. “O povo pobre desse país não merece candidato mentiroso, mas eles contaram uma mentira, que foi o avô dele que criou o Bolsa Família”, destacou Lula.

Também estiveram presentes ao ato político, Jaques Wagner, governador da Bahia; Nelson Pelegrino candidato a prefeito, Olívia Santana, candidata a vice-prefeita, Márcio Marinho, deputado federal, Da Luz, além de outros deputados estaduais e federais, que saíram em carreata de Itacaranha, até o Clube de Paripe,

Presente

Participaram do evento, Márcio Marinho, Da Luz, além de deputados estaduais e federais, que saíram em carreata de Itacaranha, até o Clube de Paripe,

Ao chegar ao Clube de Paripe, Lula foi saudado com “parabéns a você”, puxado pelo governador Jaques Wagner e cantado pela militância. Foi quando Lula pediu um presente ao povo: “Gostaria de pedir de presente de aniversário que Salvador votasse em Pelegrino no domingo”,

"Quando a gente tem um prefeito que não fez as coisas que prometeu, a gente não vota em um pior, a gente vota em um melhor. E o melhor é o Nelson Pelegrino, para dirigir a cidade de Salvador", aconselhou Lula, hoje, para o povo soteropolitano.
“Quando a gente tem um prefeito que não fez as coisas que prometeu, a gente não vota em um pior, a gente vota em um melhor. E o melhor é o Nelson Pelegrino, para dirigir a cidade de Salvador”, aconselhou Lula, hoje, para o povo soteropolitano.

Pelegrino discursa

Pelegrino afirmou que a eleição deste ano é fundamental para a vida da cidade, pois estão em jogo dois projetos de governo, o seu e o do carlismo. “O nosso representa a mudança de Salvador”, disse. “O subúrbio ferroviário foi abandonado, os postos de saúde não têm médicos nem remédios. O nosso projeto tem como prioridade governar para os mais necessitados”, declarou. De acordo com ele, Salvador é a capital nacional do desemprego e da informalidade.

Pelegrino criticou os governos carlistas, que, segundo ele, pouco fizeram para a Bahia e Salvador. Ele prometeu uma série de medidas como a criação de 138 creches e a abertura de 100 mil vagas em cursos profissionalizantes. Por fim, conclamou a militância a fazer “uma grande onda vermelha” até domingo.

“O que vimos hoje foi algo muito bonito. O Subúrbio nos deu uma vitória expressiva no primeiro turno e esperamos ter ainda mais votos no segundo. Essa eleição é fundamental para Salvador. Representamos um projeto que mudará a cidade. Já o outro, é a continuidade de tudo que está acontecendo. Eles tentarão retomar um passado que à Bahia já aconteceu. Nosso projeto é o mesmo de Lula, Dilma e Wagner, ajudaremos aqueles que mais precisam”, disse Nelson Pelegrino.

Vice critica Imbassahy

A candidata a vice do petista, Olívia Santana (PC do B), disse que na gestão de Antônio Imbassahy na Prefeitura (1997-2004) fiscais da prefeitura tomam mercadorias de camelôs. “Sangravam o trabalhador que nada tem. À época no ex-PFL, Imbassahy, hoje no PSDB, apoia ACM Neto.

Militante do movimento negro, ela fez uma referência à companheira de chapa do demista, Célia Sacramento (PV). Também ativista do mesmo movimento negro, Célia foi criticada por se aliar a um candidato de um partido que, no primeiro semestre deste ano, ingressou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra as cotas. “Eu tenho lado e jamais mudei dele. Teve gente que mudou, foi para o lado da conveniência’, afirmou a comunista.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9609 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).