Eleições 2012 em Feira de Santana: Vereador Angelo Almeida apresenta parecer técnico na Câmara e diz que gravação não passa de uma fraude montada contra Zé Neto

Dessa forma, salientou Ângelo Almeida, não tem legitimidade o conteúdo da denúncia de suposta cobrança de “mensalinho” pelo deputado Zé Neto junto a assessores. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Dessa forma, salientou Ângelo Almeida, não tem legitimidade o conteúdo da denúncia de suposta cobrança de “mensalinho” pelo deputado Zé Neto junto a assessores. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

Em parecer técnico, o perito relator Antônio César Morant Braid atestou que a gravação com a suposta voz de Zé Neto, deputado estadual e candidato a prefeito de Feira de Santana pelo PT, não passa de uma montagem. O resultado da perícia foi apresentado na manhã desta segunda-feira (01/10/2012) na Câmara Municipal pelo vereador Ângelo Almeida (PT), em resposta ao vereador Justiniano França (DEM) que, mesmo sem o cuidado de verificar a autenticidade, deu publicidade à gravação que, segundo o próprio Justiniano, é de origem desconhecida.

Dessa forma, salientou Ângelo Almeida, não tem legitimidade o conteúdo da denúncia de suposta cobrança de “mensalinho” pelo deputado Zé Neto junto a assessores. Para Ângelo, o material apresentado por Justiniano, faltando 12 dias para o término das eleições, é uma transcrição “sem nenhuma prova de materialidade e base legal, uma tentativa de golpe baixo que a população já percebeu se tratar de fraude”.

O ato do vereador do DEM em plena campanha eleitoral foi classificado por Ângelo Almeida de “irresponsável e tendenciosa, uma tentativa, uma prática rancorosa típica dos tempos coloniais”, para desqualificar Zé Neto, que concorre a prefeito pela coligação Um novo Caminho para Feira (PT-PP-PCdoB-PSB). “Feira não merece isto, temos que entrar na modernidade e deixar estas ações no passado”, protestou Ângelo Almeida.

O vereador do PT lembrou que a montagem da gravação é “tão evidente que a juíza eleitoral de Feira de Santana e o TRE-BA negaram o pedido do DEM de continuar a veicular o material na mídia. “Para a Justiça, a continuidade de exibição da propaganda, sem provas e de forma leviana, se configuraria crime de calúnia da parte do ex-prefeito José Ronaldo”.

Ângelo Almeida disse que os adversários utilizam o que há de mais baixo na política. “Mas, nós, da nossa parte, manteremos o bom nível da campanha com propostas em prol do povo de Feira de Santana”, disse.

Ainda durante o pronunciamento, Ângelo Almeida leu matéria da revista Veja que fala sobre a máfia das ambulâncias e destacou que o ex-prefeito José Ronaldo responde a três processos sob acusação de desviar recursos do dinheiro destinado à compra de veículos. “Qualquer pessoa pode comprovar na internet que o ex-prefeito está sendo processado pela Justiça Federal. Esta é a diferença: apresentamos provas, enquanto eles apresentam material montado”.

Parecer técnico emitido pelo perito Antônio César Morant Braid.
Parecer técnico emitido pelo perito Antônio César Morant Braid.
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9746 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).