Diversidade de temas na Festa Literária do Sertão de Jequié

Diversidade de temas na Festa Literária do Sertão de Jequié.
Diversidade de temas na Festa Literária do Sertão de Jequié.
Diversidade de temas na Festa Literária do Sertão de Jequié.
Diversidade de temas na Festa Literária do Sertão de Jequié.

Pela primeira vez uma cidade do sertão baiano terá uma festa literária. No período de 8 a 10 de novembro de 2012 será realizada a Festa Literária do Sertão de Jequié, que reunirá nomes importantes da literatura e de outras linguagens artísticas do País.

Com curadoria do escritor e jornalista Domingos Ailton e chancela da Academia de Letras de Jequié e da Pró-reitoria de Extensão da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB, a primeira edição da Festa Literária do Sertão de Jequié contará com a participação de escritores e artistas da Bahia e de outros estados brasileiros.

O presidente da União Brasileira de Escritores – UBE, o escritor e jornalista Joaquim Maria Botelho, estará se deslocando de São Paulo para proferir a conferência “A Literatura no contexto atual do Brasil” e fará parte de uma mesa redonda juntamente com a jornalista e escritora carioca Rogéria Gomes e os jornalistas e escritores baianos Carlos Ribeiro e Carlos Souza sobre literatura e jornalismo.

 De São Paulo virá também o escritor, jornalista e sociólogo Mouzar Benedito que ministrará a oficina Mitologia Brasileira. O professor da Universidade Federal de Ouro Preto, Erisvaldo Pereira dos Santos, um jequieense radicado em Belo Horizonte, estará presente para proferir a palestra Religião de matriz africana na literatura de Jorge Amado: a propósito do texto “O compadre de Ogum”.

As adaptações literárias para o teatro, o cinema e a televisão serão foco de debate na festa literária. O cineasta Tuna Espinheira, que adaptou o romance Cascalho, de Herberto Sales, para o cinema debaterá sobre o processo de adaptação de uma obra literária para as linguagens cênica, cinematográfica e televisiva com a escritora Rogéria Gomes e o professor do curso de teatro da UESB, Roberto de Abreu.

O escritor homenageado – O centenário de nascimento de Jorge Amado e de Luiz Gonzaga será lembrado pelo evento. Sobre a dimensão da obra de Jorge Amado (o escritor homenageado da festa literária) debaterão o escritor e jornalista Domingos Ailton e a professora da UESB, Adriana Abreu. A relação de Jequié com a contracultura dos anos 60 será tema de debate entre os cineastas Tuna Espinheira e Robison Roberto e o artista plástico Dicinho.

Os escritores Valdeck Almeida de Jesus, Roberto Leal e Carlos Souza debaterão sobre o processo de produção e circulação de um livro. O poder de transformação da literatura terá como debatedores os escritores Domingos Ailton, Carlos Ribeiro Morgana Gazel e Zilda Freitas. Cultura nacional, modernidade e globalização será o tema da palestra do professor da UNEB Luciano Costa Santos.

A história de vida e a produção literária do cordelista Cuíca de Santo Amaro serão mostradas em palestra e exibição de filme por parte do jornalista e documentarista Josias Pires, autor da série da TVE Bahia Singular e Plural.

No primeiro dia da festa literária serão empossados novos membros da Academia de Letras de Jequié.

O público presente na festa literária terá oportunidade também de participar de oficinas de criação literária como a oficina de crônica, que será ministrado pelo escritor e professor da UNEB, Vitor Hugo Martins.

Após suas respectivas palestras os escritores lançarão e autografarão seus livros.  Nos próximos dias será divulgada a programação completa com os nomes de todos os escritores convidados e os respectivos livros que serão autografados.

Sobre Carlos Augusto 9448 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).