Eleições 2012 – Feira de Santana: deputado Zé Neto comenta sobre as eleições municipais e diz que José Ronaldo representa o passado e foi apoiado por forças retrógradas

Zé Neto: “Se você analisar bem foi a maior adesão de forças que já aconteceu na história da política de Feira de Santana. Reuniu todo o passado em torno de um candidato, que é um candidato do passado, pelo meu ponto de vista”,
Zé Neto: “Se você analisar bem foi a maior adesão de forças que já aconteceu na história da política de Feira de Santana. Reuniu todo o passado em torno de um candidato, que é um candidato do passado, pelo meu ponto de vista”,
Zé Neto: “Se você analisar bem foi a maior adesão de forças que já aconteceu na história da política de Feira de Santana. Reuniu todo o passado em torno de um candidato, que é um candidato do passado, pelo meu ponto de vista”,
Zé Neto: “Se você analisar bem foi a maior adesão de forças que já aconteceu na história da política de Feira de Santana. Reuniu todo o passado em torno de um candidato, que é um candidato do passado, pelo meu ponto de vista”,

Na manhã desta segunda-feira (15/10/2012), O deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa, Zé Neto (PT) voltou a avaliar o processo eleitoral em Feira de Santana. Desta vez, Zé Neto respondeu aos questionamentos feitos pelo radialista Dilton Coutinho, que comanda o Programa Acorda Cidade, na Rádio Sociedade de Feira.

Para Zé Neto, a coligação Um Novo Caminho para Feira (PT-PP-PSB-PCdoB) fez uma política pautada em propostas e modernização, mas o conservadorismo da cidade ocasionou o resultado: “Se você analisar bem foi a maior adesão de forças que já aconteceu na história da política de Feira de Santana. Reuniu todo o passado em torno de um candidato, que é um candidato do passado, pelo meu ponto de vista”, assinalou.

Zé Neto falou também sobre a forte aquecida na campanha com a vinda de Lula que foi suprimida com denúncias vazias usadas com o intuito de degradá-lo moralmente. “Fizeram fofocas na internet, boatos tentando dificultar minha vida, montagens com minha voz. Disseram que eu sou do Mensalão, do Mensalinho, denúncias comprovadamente falsas”, garantiu.

Ao ser questionado sobre o que espera do Governo de José Ronaldo de Carvalho, o deputado foi taxativo: “A expectativa é que se cumpra o que Feira precisa”. Zé Neto elencou como exemplos a necessidade de mais concursos, seleções públicas, geração de emprego e renda, além de citar a modernização nas relações entre os conselhos municipais para que passem a fazer parte das decisões da cidade. O transporte, o Centro de Abastecimento, a saúde e a educação também foram mencionados como objetos que precisam de soluções.

Ao final, Zé Neto assegurou que a disputa não lhe deixou nenhuma mágoa, mas afirmou que a prefeitura terá uma oposição serena, coerente, sistemática, preocupada em continuar trabalhando para que a cidade possa ter dos Governos Estadual e Federal o apoio necessário. “Vamos continuar investindo no Minha Casa Minha Vida, no Saneamento básico, no Hospital da Criança, na Lagoa Grande, na Avenida Ayrton Senna, no Aeroporto. As coisas estão acontecendo na cidade a partir de um trabalho do Governo do Estado e do time que está trabalhando no Brasil e na Bahia e que não será diferente em Feira”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9606 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).