Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional lança editais de seleção de projetos na EXPOAGRIFAM, em Feira de Santana

Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional lança editais de seleção de projetos na EXPOAGRIFAM.
Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional lança editais de seleção de projetos na EXPOAGRIFAM.
Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional lança editais de seleção de projetos na EXPOAGRIFAM.
Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional lança editais de seleção de projetos na EXPOAGRIFAM.

Na tarde desta quarta-feira (24/10/2012), durante a 1ª Exposição Estadual da Agricultura Familiar (Expoagrifam), os produtores da agricultura familiar e representantes de cooperativas estaduais protocolaram um conjunto de ações viabilizadas pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir).

Na oportunidade, instituições assinaram a publicação de dois editais para seleção de projetos de apoio a empreendimentos da agricultura familiar e economia solidária. O primeiro 001/2012 da CAR/BNDES, com o valor global de mais de R$ 12 milhões, pretende atender a 43 projetos de todos os territórios de identidade da Bahia, privilegiado as principais cadeias produtivas rurais e urbanas do programa Vida Melhor.

O segundo edital 002/2012, CAR/Ministério da Integração Nacional, objetiva desenvolver a fruticultura na Bahia, selecionando 36 associações e cooperativas para implantação de agroindústrias de beneficiamento de frutas, com valores da ordem de mais 18 milhões de reais.

Para o diretor executivo da CAR, José Vivaldo Mendonça, estas ações compõem estratégias importantes para a agricultura familiar do estado. “Não haverá território identitário na Bahia sem empreendimento apoiado. Com inovação, vamos ajudar no processo de formatação das propostas para que estas demandas de produção se tornem mais efetivas e viáveis, atendendo a quem mais precisa, transformando a vida de milhares de baianos impulsionados a avançar e fazer a diferença”, avaliou.

Durante a solenidade, mais termos foram assinados em benefício da economia solidária. Foram projetos instituindo linha de credito destinada a formação de capital de giro para cooperativas e associações, acesso a crédito sem garantia real e termo de adesão de produtos da agricultura familiar ao programa nacional de alimentação escolar.

Estiveram presentes no evento, a presidente nacional da Fetraf, Elisangela Araujo; o chefe de gabinete da secretaria de agricultura (Seagri), Jairo Carneiro; a superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab Bahia-Sergipe) Rose Pondé; o presidente da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrário (EBDA), Elionaldo Teles, o chefe de gabinete do deputado estadual Zé Neto, Tarcísio Branco, além de outros representantes de organizações ligadas ao campo e o cooperativismo estadual.

O secretario estadual de desenvolvimento e integração regional, Wilson Brito, parabenizou a agricultura familiar da Bahia que segundo ele “esta sendo atendida nos seus pleitos através das ações do governo do estado”. Para o secretário, investir na agricultura familiar é o caminho para evitar o êxodo rural e combater indiretamente a pobreza. “Só assim, investindo nos mais vulneráveis, vamos tirar estas pessoas do estagio de fragilidade econômica e social que vivem, e justificar o posto de uma das maiores economias do mundo”, ponderou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9615 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).