Com o aumento do teto de endividamento, governador Jaques Wagner poderá investir até R$ 5,6 bilhões e alavancar administração petista

Governador Jaques Wagner conta com reforço de R$ 5,6 bilhões para investimentos. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Governador Jaques Wagner conta com reforço de R$ 5,6 bilhões para investimentos. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Governador Jaques Wagner conta com reforço de R$ 5,6 bilhões para investimentos. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Governador Jaques Wagner conta com reforço de R$ 5,6 bilhões para investimentos. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

O Governo Federal aumentou o limite de endividamento de 21 governos estaduais. Coube a Bahia uma fatia considerável desta capacidade de endividamento, possibilitando que o governo Jaques Wagner possa destinar até R$ 5,6 bilhões para o setor de infraestrutura.

Caso seja rápido na execução dos projetos, Wagner deve checar em 2014 com força política para emplacar o sucessor, que nos bastidores do PT, contam com dois nomes, Sérgio Gabrielli e Rui Costa.

A regra vale em sentido inverso, ou seja, a demora nos investimentos pode custar popularidade ao governo petista e a oposição pode faturar com a recorrente lentidão na execução dos projetos de infraestrutura que ocorrem na Bahia.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9608 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).