Edição 2012 Semana Nacional de Trânsito foi aberta oficialmente em Feira de Santana

Logomarca do Jornal Grande Bahia
Logomarca do Jornal Grande Bahia

A Semana Nacional de Trânsito foi aberta oficialmente em Feira de Santana na tarde desta terça-feira (18/09/2012). A solenidade aconteceu na Praça João Barbosa de Carvalho, conhecida como Praça do Fórum, e foi presidida pelo secretário municipal de Transportes e Trânsito, Flailton Frankles. Também participaram do ato representantes de vários órgãos, como Sest/Senat, Sesc, Polícia Rodoviária Federal, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e 3ª Ciretran.

Ao abrir oficialmente o evento, que traz como tema: “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020: Não exceda a Velocidade, Preserve a Vida”, Flailton Frankles destacou os investimentos do Governo Municipal para a melhoria do trânsito na cidade.

“Em todo o país são mais de 70 milhões de veículos. O resultado disso é que em média o brasileiro passa quatro horas por dia no trânsito, em carros próprios ou abarcados em ônibus. Felizmente em Feira de Santana a situação é diferente. Conseguimos trafegar pela cidade em curto espaço de tempo. E isso se deve muito a intervenções feitas nos últimos anos, como vias expressas, asfaltamento de importantes avenidas, além da sinalização horizontal e vertical”.

O secretário ressaltou ainda que novos investimentos estão sendo realizados para melhorar o tráfego de veículos na cidade. “Em breve estaremos concluindo a sincronização dos semáforos. E esse processo foi iniciado há algum tempo atrás, com a mudança de sentido de algumas vias, abertura de avenidas, dentre outras ações”, enumerou Frankles.

Ele também chamou a atenção para a redução no número de acidentes de trânsito na cidade. “Desde que implantamos os fotossensores em pontos estratégicos, tivemos resultados impressionantes. No ano passado foram 15 vítimas fatais em acidentes na cidade. Este ano não temos nenhuma vítima fatal”, pontuou.

O coordenador da 3ª Ciretran, Silvio Dias, destacou a importância da Semana Nacional de Trânsito para sinalizar a responsabilidade de todos os órgãos junto a sociedade. Já o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Israel Menezes, parabenizou o trabalho desenvolvido na Escola Pública de Trânsito e destacou a importância da parceria entre os órgãos públicos para a Educação no Trânsito.

As atividades da Semana Nacional de Trânsito foram iniciadas na segunda-feira (17). No decorrer da semana haverá palestras, stands com banners expositivos, distribuição de material informativo e blitzen educativas em diversas vias da cidade. Uma das novidades é o concurso Secretário Mirim de Transportes e Trânsito, que contará com a participação de estudantes do Projeto Trânsito nas Escolas, desenvolvido pela Eptran.

Rotariana homenageada com Ordem do Mérito

A ex- governadora do Rotary International – Distrito 4390, Marly Ribeiro de Souza Aprígio recebeu a comenda simbolicamente da Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana, durante as comemorações do aniversário da cidade, nesta terça-feira (18/09/2012).

A comenda foi entregue pelo procurador do Município, Carlos Antonio de Moraes Lucena. A honraria faz parte das comemorações do Dia da Cidade e homenageia personalidades de segmentos produtivos que contribuem para o desenvolvimento do município.

Os escolhidos são homenageados nas categorias de comendador e oficial. Para Marly Ribeiro, a entrega da comenda demonstra a importância que o Governo Municipal dá aos diversos segmentos da sociedade. “Fico muito agradecida pelo reconhecimento. Receber esta comenda é um prestígio, mostra a valorização do nosso trabalho. Isto demonstra a sensibilidade do Governo Municipal com aqueles que desenvolvem trabalhos sociais na cidade”, agradece.

Marly Ribeiro de Souza Aprígio é artista plástica, professora, escritora e advogada. Pertence ao distrito 4390, que compreende os estados de Alagoas, Sergipe e Norte da Bahia. Devido ao período eleitoral os novos membros serão empossados na Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana no dia 30 de novembro.

O cordel na história da Princesa do Sertão

A passagem do aniversário de 179 anos da Princesa do Sertão foi marcada por uma série de atividades nesta terça-feira (18/09/2012), incluindo missa e desfile. E para encerrar os festejos em comemoração ao Dia da Cidade, a Câmara Municipal de Feira de Santana promoveu uma sessão solene no final desta tarde.

Durante a sessão, o escritor, pesquisador e cordelista Franklin Maxado proferiu a palestra “O cordel na história de Feira de Santana”. O cordelista também discorreu sobre a história de Feira de Santana, destacando pontos importantes para o seu desenvolvimento, a exemplo da feira do gado, expansão do comércio, construção da Catedral da Matriz, dentre outros aspectos.

“É muito importante poder falar da história da nossa cidade e como ela se desenvolveu ao longo do tempo. O cordel é algo rico que seduz e enobrece o homem. Não podemos ter vergonha de nosso passado e de nossas raízes. Precisamos valorizar o que é da terra”, afirmou. Na oportunidade, Maxado promoveu o lançamento de mais um livro de sua autoria, “O que é cordel”.

O secretário municipal de Relações Interinstitucionais, Nivaldo Vieira, homenageou o cordelista com uma placa de agradecimento. Ao final da sessão, a cantora Célia Zain entoou o hino a Feira de Santana. O evento foi prestigiado por vereadores, autoridades políticas, profissionais da imprensa, secretários municipais e representantes da comunidade feirense.

Escola na Avenida destaca a riqueza cultural de Feira

A riqueza cultural de Feira de Santana, suas festas e valores, homens e mulheres que marcaram sua história. O projeto “Escola na Avenida” trouxe na manhã desta terça-feira (18/09/2012) para o centro de Feira de Santana parte dos seus 179 anos de história. No dia em que se comemora o aniversário de emancipação política da cidade, mais de um mil crianças e adolescentes de escolas públicas municipais reverenciaram a Princesa do Sertão, em plena avenida Getúlio Vargas.

O desfile começou com os pelotões das polícias – primeiro, os homens do 35º Batalhão de Infantaria e a Polícia Militar, logo a Guarda Civil Municipal e a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito de Feira de Santana.

As crianças trouxeram empolgação e muita graça para a avenida Getúlio Vargas. Além daquelas que compuseram o desfile, também as expectadoras deram um show de atenção e respeito pelo município. Laura Moraes de Souza, de 9 anos, assistia a apresentação com seus coleguinhas da Escola Popeye. Muitos deles nasceram em outras cidades, mas comemoraram entusiasmados por Feira de Santana. “Estou achando tudo lindo porque mostra as coisas da cidade”, observou.

O desfile contou com a participação do pelotão da Secretaria Municipal de Educação, responsável pela idealização e organização do evento. Dentre as escolas municipais, a primeira a entrar na avenida foi a Fada Madrinha que fez uma singela retrospectiva da história de Feira – rememoraram o casal de portugueses Domingos Barbosa de Araújo e Ana Brandão que deram origem à formação do município e, em alas diversas, trouxeram vários elementos marcantes como os tropeiros, a feira livre, a feira do gado, o cultivo de cana de açúcar, o samba de roda e a capoeira.

A Escola Tia Ana Lúcia propôs o resgate das brincadeiras infantis – as crianças trouxeram alguns dos brinquedos que há aproximadamente quatro décadas divertiam e embalavam sonhos – pipa, bambolê, pula-corda, carrinhos de lata e o tradicional futebol.

Já a Escola Minhas Crianças prestou homenagem ao Corpo de Bombeiros de Feira de Santana e a seu fundador, o Coronel Jorge Antonio Prudente. As festas populares de Feira de Santana, sua arte e cultura ganharam vida no desfile da Escola Municipal Parque Brasil. As fantasias e as mortalhas das Micaretas antigas lembraram a tradição da nossa maior festa popular, mas também estavam lá o trio elétrico e os abadás. Sanfoneiros e vaqueiros lembraram a importância das nossas festas juninas e da exposição agropecuária, respectivamente.

FANFARRAS

As fanfarras das escolas encheram a avenida Getúlio Vargas de música, incluindo no repertório hits do momentos como “Ai se eu te pego”, “Nega” e outras. A primeira banda a desfilar foi a do Dispensário Santana e em seguida, a da Escola da Obra Promocional de Santana.

Muita melodia, evoluções e graça. As crianças e adolescentes mostraram dedicação e empenho e arrebataram aplausos do público que assistia ao desfile. Desfilaram também a fanfarra da Escola Municipal Antonio Eloi da Costa, sob a regência do professor Roque Marques, e finalmente, a Fanfarra da Escola Municipal Ana Maria Alves dos Santos, que chamou a atenção pelas evoluções e a combinação como o samba.

HOMENAGEM A LUÍS GONZAGA

A Escola prestou uma homenagem ao rei do baião, o inesquecível Luís Gonzaga, considerado a maior referência da música produzida no Nordeste. As crianças entoaram canções de Gonzagão. Ainda foram lembradas expressões folclóricas, como o samba de roda, as baianas e o bumba meu boi. A escola encerrou com uma reverência a artistas de Feira de Santana.

“Os valores para toda a vida” compuseram o tema que inspirou a Escola Municipal Gente Miúda. Falaram da infância, do cuidado com a saúde e trouxeram como convidados para a avenida internos do Lar do Irmão Velho, que acolhe pessoas da terceira idade. Eles desfilaram num trenzinho.

A Escola Municipal Antonio Eloi da Costa promoveu a correlação entre a educação e o esporte, destacando a formação do cidadão e também os grandes eventos esportivos previstos para os próximos anos, como as Olimpíadas e a Copa do Mundo.

A cultura afro foi reverenciada pela Escola Municipal Rubens Carvalho. Ela trouxe os Tambores Proféticos, um projeto sócio-educativo que visa integrar crianças com a música. Também foram lembrados a capoeira, o maculelê e os blocos afros das festas populares.

O desfile foi encerrado pela Escola Municipal Santo Expedito que tratou da valorização dos projetos sociais e finalmente, pela Escola Municipal Rosa Espiridião Leite, trazendo novamente expressões culturais como o maculelê e a capoeira.

Diversas autoridades municipais, entre eles, secretários de governo, acompanharam todo o desfile. A movimentação do público também foi intensa, demonstrando interesse e participação. Muitos foram para as ruas munidos de câmeras fotográficas e de vídeo e tratavam de registrar cada momento.

A dona de casa Jaciara Machado de Jesus, feirense, disse que o desfile superou aquele realizado no 7 de setembro e a Caminhada do Folclore. “É mais bonito porque traz muitas referências à cultura de Feira e nordestina. Adorei a homenagem a Luís Gonzaga”, comemora.

Missa marca festejos ao Dia da Cidade

O aniversário de 179 anos de emancipação política de Feira de Santana, nesta terça-feira (18/09/2012), foi celebrado com uma missa na manhã de hoje em ação de graça na Igreja Senhor dos Passos. O celebrante, Monsenhor Luis Rodrigues Oliveira, destacou o desenvolvimento da cidade ao longo dos anos e agradeceu a Deus pela passagem de mais um aniversário da Princesinha do Sertão.

Durante o seu pronunciamento, ele destacou a unidade entre os irmãos e o respeito a todas as religiões, sem distinção. “Este é um momento de agradecimento. Feira é uma cidade que possui um dinamismo pluralista que não nega a sua identidade. A diversidade religiosa enriquece a alma. Devemos nos respeitar e amar um aos outros. Por aqui passaram pessoas que deixaram sua marca registrada na cidade”, ressalta.

A missa teve a participação do coral Estrela de Belém. Estiveram presentes no evento deputados estaduais, secretários municipais e vereadores. A data foi festejada, ainda, com diversas atividades comemorativas, como o desfile cívico na avenida Getúlio Vargas.

Os festejos seguem à tarde com sessão solene na Câmara Municipal. A programação inclui palestra com Franklin Maxado sobre “O cordel na história de Feira de Santana” e lançamento do livro “O que é cordel”, de sua autoria.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112801 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]