Negócios, shows e presença de público abrilhantaram o ultimo dia da Expofeira 2012 em Feira de Santana

Ruas, estandes, espaços de shows e áreas dos pavilhões. Por onde havia exposições de animais, venda de comidas e bebidas e apresentações musicais estavam os participantes da Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira 2012) na última noite do evento, no domingo (09/09/2012).

O movimento de famílias, casais e amigos foi intenso. Todos eles faziam questão de visitar as mais diferentes áreas do Parque de Exposição João Martins da Silva, fotografar os animais e acompanhar os grupos musicais. A dona de casa Adriana Meireles, por exemplo, visitou a Expofeira com filhos e familiares. “Sempre venho todos os anos porque a exposição é uma boa opção de lazer. Tanto nós adultos quanto as crianças gostam. Aqui é calmo, tranquilo e a gente fica à vontade”, comenta.

Já o empresário Robson Santos foi ao evento acompanhado da esposa e ficou satisfeito com a exposição. “A gente acompanha a Expofeira sempre. É um evento diferenciado e sempre atrai um grande número de pessoas”, avalia.

Além da presença marcante de público, a última noite da Exposição foi marcada pela diversidade de ritmos nas arenas de shows. No espaço Caminho da Roça o público se divertiu com o tradicional forró pé de serra. Já no palco principal, os participantes fizeram a festa ao som do arrocha, samba, forró e axé.

A noite foi aberta com o arrocha do cantor Márcio Alves e, logo em seguida, o público vibrou com o samba do grupo Samba X. Eles cantaram sucessos como “Assim você mata o papai” e “Buquê de Flores”. A festa só terminou na madrugada desta segunda-feira (10) com as apresentações de Alex Gomes, Nu Xote e Chicaê.

Já no Caminho da roça o público chegou a arriscar tradicionais passos das quadrilhas juninas. O espaço contou com a presença de crianças, jovens e adultos, e as atrações da noite foram Forró Os Mulekes, Skandelo do Forró, Forró Caju de Ouro e Forró Fora de Regra.

Nos oito dias da Expofeira, também subiram ao palco principal atrações como Gaby Amarantos, Jamily, Dionorina, Maryzélia, Márcia Porto, Galeguinho SPA e várias outras atrações locais contratadas pela Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Secel).

 Expofeira 2012 superou expectativas

O encerramento oficial da Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira 2012) foi realizado neste domingo (09/09/2012), às 17h, na área de julgamentos do Parque de Exposição João Martins da Silva. Mesmo com o evento em andamento, os organizadores já o consideram um sucesso, tendo em vista o número de visitantes e volume de negócios que foram geridos.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura e Recursos Hídricos, Josafá Ramos Dantas, a Expofeira 2012 superou as expectativas. “O evento sempre começa tímido, com o número de visitantes ao Parque pouco expressivo nos primeiros dias. O fluxo aumenta mesmo é na véspera do feriado, e este não foi diferente. A avaliação é totalmente positiva, tivemos uma participação efetiva de criadores e pecuaristas, e um acréscimo de 30% no número de equinos”, ressalta.

Segundo Roberto Queiroz, funcionário da empresa Bahia Leilões, que promoveu este ano três leilões na Expofeira – Forte do Mangalarga, Girolando da Princesa e Corte da Princesa, os resultados dos certames realmente surpreenderam. “No leilão Girolando ofertamos 40 novilhas e vacas paridas, gerando um volume de R$ 200 mil. Já no de cavalos mangalarga, a oferta foi de 21 lotes individuais, que gerou R$ 310 mil. Criadores de várias regiões participaram e o potencial de negócios ultrapassou o que esperávamos”, revela.

O Corte da Princesa fechou a Expofeira 2012 na tarde deste domingo (09/09/2012). A expectativa era de que o leilão, que comercializou 500 animais de corte machos e fêmeas para cria, recria e engorda, gerasse um volume de negócios estimado aproximadamente em R$ 400 mil.

Variedade de brinquedos no Parque de Exposição

Convencer as crianças a saírem do Parque de Exposição João Martins da Silva, durante a Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira 2012), sem levar para casa um brinquedo sequer, tem sido praticamente impossível. Com uma grande variedade de itens diante dos olhos delas, dizer um não ou tentar não ceder aos pedidos e caprichos dos filhos foi tarefa difícil para muitos pais.

Por todas as partes do Parque, lá estavam os vendedores ambulantes comercializando inúmeros tipos de brinquedos. De variados tamanhos, preços, de plástico ou de pelúcia. Tinham itens diversificados para agradar da criança mais nova a mais velha, aquela já prestes a abandonar a infância. E foi neste domingo (9), último dia da festa, que os ambulantes lucraram mais.

Segundo o vendedor Diógenes Rocha, que trabalha na Expofeira pela terceira vez, a presença maciça das crianças no Parque hoje contribuiu para um maior volume de vendas. “Conseguimos vender bem também durante a semana, pois muitas escolas promoveram visitas ao Parque. Como o domingo de Expofeira é prestigiado por famílias inteiras, o volume de vendas supera aos da semana”, afirma, revelando que os brinquedos infláveis de personagens como o Homem Aranha e Batman foram os que tiveram mais saída.

O vendedor e artesão Roberto Moreira, que comercializou marionetes e bolas, também comemora os resultados. “Vender brinquedos em locais que concentram um grande número de crianças sempre traz um bom retorno. Elas conseguem facilmente sensibilizar os pais, mesmo que tenham que chorar para isso”, considera.

Pai do pequeno Fábio Santos, 7 anos, o motorista Antônio Jorge fez questão de ajudar o filho a escolher o brinquedo, uma espada de laser. “Os pais devem sempre buscar agradar a criança. E para um passeio como esse, com brinquedos espalhados por todo canto, ele deve sair de casa preparado para isso”, avalia.

Artesanato valorizado na Expofeira 2012

Assim como nas edições anteriores, o artesanato continua tendo espaço garantido na Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira 2012), que será encerrada neste domingo (09/09/2012). Em diversos cantos do Parque de Exposição João Martins da Silva podem ser encontradas diversas peças, fruto do trabalho manual de artesãos que residem principalmente na zona rural do município.

Atrelada na maioria da vezes ao uso de materias inservíveis, que seriam descartados como lixo, a arte está ganhando destaque especial no Caminho da Roça, espaço cedido gratuitamente pela Prefeitura de Feira de Santana aos artesãos e produtores rurais, por onde passam muitas pessoas diariamente, atraídas também pelas comidas típicas e apresentações de trios de forró. A atenção especial, principalmente com os artesãos, é considerada por eles como uma valiosa oportunidade.

“As bonecas terapêuticas e ecológicas que eu faço ganharam projeção através da Expofeira e hoje são conhecidas internacionalmente. Retalhos de tecido, plástico e arame que geralmente são descartados como lixo são transformados em bonecas. Sou feliz por ver que esta arte é valorizada na Expofeira”, afirma a artesã Marilene Brito, que mora no distrito Governador João Durval Carneiro (Ipuaçu).

O mesmo sentimento é compartilhado pela artesã Edileuza Ferreira, do distrito de Tiquaruçu, que está comercializando na exposição peças como panos de prato, almofadas e caminhos de mesa. “O artesanato é fonte de renda para muitas famílias. É importante termos este espaço na Expofeira, para mostrar o nosso trabalho. A participação é válida mesmo quando não se vende bastante, pois fazemos contatos e muitas encomendas surgem depois”, ressalta.

Quem também tem talento para transformar o lixo em arte é a artesã Adalgiza Conceição, moradora do bairro Papagaio, que está vendendo tapete, almofada e colcha confeccionados com retalhos de tecido. “Nosso artesanato desperta a consciência ecológica e vem obtendo cada vez mais espaço. Exposições como esta tende a volarizá-lo ainda mais”, considera.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108671 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]