Eleições 2012 – Feira de Santana: Durante discurso, ex-presidente Lula fala em coronéis e mandachuvas, e pede que lhes deem um presente votando em Zé Neto

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Lula fala de ligações de Jaques Wagner: “O ‘galego’ estava em Dubai e me ligou uma hora da manhã; em Londres, antes de voltar para o Brasil, ele ligou novamente. Disse que eu precisava vir a Feira de Santana, por uma dívida de gratidão ao trabalho de Zé Neto, na liderança do governo”.
Lula fala de ligações de Jaques Wagner: “O ‘galego’ estava em Dubai e me ligou uma hora da manhã; em Londres, antes de voltar para o Brasil, ele ligou novamente. Disse que eu precisava vir a Feira de Santana, por uma dívida de gratidão ao trabalho de Zé Neto, na liderança do governo”.
Lula fala de ligações de Jaques Wagner: “O ‘galego’ estava em Dubai e me ligou uma hora da manhã; em Londres, antes de voltar para o Brasil, ele ligou novamente. Disse que eu precisava vir a Feira de Santana, por uma dívida de gratidão ao trabalho de Zé Neto, na liderança do governo”.
Lula fala de ligações de Jaques Wagner: “O ‘galego’ estava em Dubai e me ligou uma hora da manhã; em Londres, antes de voltar para o Brasil, ele ligou novamente. Disse que eu precisava vir a Feira de Santana, por uma dívida de gratidão ao trabalho de Zé Neto, na liderança do governo”.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, considerado um dos maiores líderes políticos contemporâneos, esteve em Feira de Santana, na manhã de ontem (16/09/2012), na Estação da Música, durante comício promovido coligação “Um novo caminho para Feira”, formada pelos partidos: PT, PP, PCdoB e PSB, que tem como candidato a prefeito, Zé Neto.

O evento contou com significativo número de pessoas, demonstrando que o prestígio político de Lula atrai multidões. Além disto, ficou evidenciada a força de Zé Neto, junto ao governador Jaques Wagner e, junto ao diretório nacional do Partido dos Trabalhadores. Lula, por motivos de saúde, e em função da aliança nacional com diversos partidos, tem evitado subir em plaques. Mas, a relação de cumplicidade política que tem om Jaques Wagner, o fez vir à Bahia e realizar dois comícios, dia 14 em Salvador, e ontem em Feira de Santana.

Aliado a estes fatores, a resistência que renasce com a possibilidade de vitória do Democratas (DEM) nas duas cidades, acendeu o sinal de alerta do PT, e esforços para reverter a situação estão sendo realizados. Caso o DEM vença nos dois mais importantes colégios eleitorais da Bahia, uma resistência ao PT, em âmbito de Nordeste pode estar surgindo.

Comício

Lula discursou por quase trinta minutos. Lembrou as realizações do período em que esteve na presidência da república, a exemplo do Hospital da Criança; e do amplo programa de moradias, Minha Casa Minha Vida. Ele também falou de obras que não foram realizadas, a exemplo da duplicação do Anel de Contorno de Feira de Santana, à qual atribuiu responsabilidade da Concessionária de Rodovias VIABAHIA.

Repetido o tom crítico e mordaz, sem citar o nome de José Ronaldo, candidato do DEM no município, falou que “Feira de Santana já teve muito coronel e muito mandachuva. Viaduto é necessário, mas chegou a hora de votar em alguém que entende verdadeiramente o coração e a alma do povo pobre”.

Presente

José Ronaldo, quatro anos antes, quando deixava a prefeitura para apoiar o atual prefeito, Tarcízio Pimenta, pediu aos eleitores que lhe dessem um presente votando em Tarcízio. Lula, repetindo a fórmula comentou: “Eu faço aniversário no dia 6 de outubro e vou pedir um presente de aniversário ao povo de Feira de Santana: no dia 7 de outubro vote no 13, vote em Zé Neto para prefeito de Feira de Santana.”.

Passagens por Feira de Santana

O ex-presidente Lula lembrou que passou pela primeira vez em Feira de Santana no dia 13 de dezembro de 1952, quando tinha sete anos e seguia para São Paulo como retirante. Depois, retornou em 1978, em ato de apoio a Chico Pinto. Na presidência da república, retornou a Feira de Santana para inaugurar as primeiras unidades residenciais do programa ‘Minha Casa Minha Vida’.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10110 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).