ALBA: Deputado Targino Machado denuncia Zé Neto por crime de peculato e improbidade administrativa

O deputado estadual Targino Machado denunciou o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, José Neto (PT).
O deputado estadual Targino Machado denunciou o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, José Neto (PT).

O deputado estadual Targino Machado denunciou nesta tarde de quarta-feira (26/09/2012), o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, José Neto (PT), em coletiva realizada no Comitê de Imprensa da Casa. O parlamentar divulgou uma gravação onde o petista comete crime de peculato e ato de improbidade administrativa.

A denúncia foi protocolada Ministério Público da Bahia, na última terça-feira, dia 25, por uma das vítimas do pagamento forçado desta comissão. Segundo as gravações (Link ao final desta matéria), José Neto vem cobrando dos seus assessores “Mensalinhos”, causando prejuízo ao servidor e gerando enriquecimento ilícito do candidato a prefeito da Princesa do Sertão.

No áudio, em que há uma fidelidade clara da voz de Zé Neto, por conta do seu timbre e forma de falar, o Neto descreve o esquema:

“Aqui deve ter seis pessoas ou no máximo oito pessoas fazendo repasse. Deve ter 55 pessoas na folha.

Temos 11 agora, tá? 13 pessoas.

Nós estamos nadando em dinheiro? Não, nós não estamos nadando em dinheiro. Tem as indicações lá, pessoas que confio.

É cinco mil reais pra mim o GTE (Gratificação de Trabalho Extraordinário)! Tem que pegar metade. Você pega cinco mil. Se você ganhar dois, pega três mil e divide.

Você também tem o salário que você tem que pegar. Não existe ninguém ganhando isso aí no Brasil, só aqui dentro mesmo. Ah, ideológico? Eu sou cavalo, sou! Não sou nenhum santinho, não. Também tenho meus defeitos. Agora não tenho que dar alegação a todo mundo não!

Eu não posso bancar o orelha seca. Se você não botar todo mês um dinheirinho pra poder você fazer essas coisas: aniversario de Dom Itamar, Dia das Mulheres, Dia do Amigo, você tem que botar mil reais, né! Se não botar todo mês, no outro dia, o pau come. E é assim.

Só o que eu gasto por mês lá, quatro mil, cinco mil. Todo dia, todo mês é assim.

“Agora tem deputado aí que chega onze da manhã, acorda dez, vem aqui de manhã uma vez ou duas quando tem Comissão para votar, recebe as pessoas de tarde, faz uma malinha de dinheiro e leva pra campanha.”

Segundo Targino, a Comissão de Ética da Casa precisa ser acionada imediatamente. “Todos sabem que a Comissão de Ética teve uma intenção: tentar impedir que eu exerça meu mandato. Gostaria que essa denúncia fosse encaminhada para esta citada Comissão, a fim de investigar de forma profunda essa questão seríssima”, disse.

Ainda para o parlamentar, José Neto precisa apontar quem são os deputados que deixam a Assembleia com uma mala de dinheiro para campanhas eleitorais. “Gostaria de saber do deputado José Neto quem são esses deputados que fazem isso, porque ele está jogando todos na vala comum”, falou.

Confira os áudios

Zé Neto – Gravação apresentada por Targino Machado

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9296 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).