Mutirão de gigantosmatia irá operar as dez primeiras mulheres nos dias 8 e 9 de novembro em Feira de Santana

Logomarca do Jornal Grande Bahia
Logomarca do Jornal Grande Bahia

Foram marcadas para o mês de novembro as primeiras dez cirurgias de redução de mama que vão beneficiar mulheres carentes do município. Esta é uma iniciativa do Programa de Gigantosmatia Extrema, realizado em parceria pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, seccional Bahia.

As dez primeiras mulheres vão ser operadas nos dias 8 e 9 de novembro, no Hospital da Mulher. Elas não têm qualquer tipo de gasto com a cirurgia. Todas as despesas são cobertas pela Fundação Hospitalar, enquanto a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica é responsável pela cessão dos honorários médicos. Participam do mutirão cirurgiões plásticos residentes em Feira de Santana e Salvador.

No Hospital da Mulher, que é da rede pública municipal, as mulheres recebem todo o cuidado da equipe médica de apoio que inclui assistência de enfermagem, psicólogo, assistente social e os médicos anestesistas. A Fundação Hospitalar também cobre os gastos com os materiais da cirurgia.

No período de inscrição, 226 mulheres buscaram o programa e foram avaliadas por uma equipe médica dirigida pelo cirurgião plástico César Kelly, coordenador do programa. A equipe detectou a gigantomastia extrema em 36 pacientes, no entanto, a indicação cirúrgica foi dada a 30 delas, considerando que seis mulheres se enquadram no caso de nulípara, ou seja, mulheres que ainda não tiveram filho e alimentam o desejo de tê-los.

“O processo de triagem obedece exclusivamente a critérios técnicos, por conta da necessidade de atender aos casos avaliados como extremos, que são considerados mais urgentes para a intervenção cirúrgica”, explica o presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, José Luiz Guimarães Elpídio.

De acordo com o presidente, esses critérios se tornam um pouco mais rígidos por conta da quantidade limitada que pode ser atendida pelo convênio entre a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e o município. “Estudamos a possibilidade de ampliar nossas condições e atender um número maior de mulheres”, informa.

As outras vinte mulheres selecionadas serão operadas no regime mensal que é realizado pela a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica dentro do próprio programa. São feitas duas cirurgias a cada mês.

Últimos ajustes no Parque de Exposição

As instalações no Parque de Exposição João Martins da Silva já estão quase concluídas para a Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira 2012). O evento será aberto no próximo domingo (02/09/2012) e segue até o dia 9 de setembro. Com toda a estrutura praticamente montada, é aguardada a chegada das baias móveis.

Apesar da grave seca que afetou a região durante boa parte do ano, a expectativa é de bons negócios durante a 37ª edição da maior exposição agropecuária do interior baiano. O secretário de Agricultura e Recursos Hídricos, Josafá Ramos Dantas, diz que a expectativa é que o evento movimente cerca de R$ 8 milhões em negócios.

“A seca prejudicou um pouco a quantidade de leilões que são realizados aqui na Expofeira, mas como este é um evento tradicional no estado, alguns fornecedores não deixaram de estar participando da comercialização de animais”, afirma.

Além de boas oportunidades de negócios, a Expofeira 2012 proporcionará diversão e entretenimento. O evento será aberto às 17h deste domingo (2) e já na primeira noite o público contará com shows de Axé e Beijo, Jorge e Angélica, Mont Zionh, Dionorina e Libu do Reggae.

A grade de atrações da Expofeira 2012 conta ainda com a musa do tecnobrega, Gaby Amarantos e a sensação da música gospel, Jamily.

Atualização de dados cadastrais na Sedeso

O Ministério de Desenvolvimento e Combate à Fome (MDS) convoca todas as entidades socioassistenciais de Feira de Santana a comparecerem na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) para atualização dos dados cadastrais. O período de atualização vai até o dia 30 de novembro, das 8h30 ás 13horas, na sede do órgão.

O cadastramento começou no dia 20 de agosto e até o momento cinco entidades já fizeram a atualização. Conforme a assistente social da Sedeso, Michele Lustosa, os representantes das entidades devem levar a documentação de inscrição no Conselho Municipal de Assistência Social.

“O cadastramento servirá para preencher informações sobre os serviços, programas e projetos desenvolvidos pela entidade. Estão convocados a participar da iniciativa associações e organizações não governamentais do município, a exemplo do Lar do Irmão Velho, Caminho do Amor, Dispensário Santana, Núcleo Odungê, dentre outros”, explica.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social fica localizada na Avenida Getúlio Vargas, 3417, Santa Mônica.

Cuidado à família de dependentes químicos

As estratégias e desafios no cuidado à família de um dependente químico foram assuntos abordados na manhã desta terça-feira (28/08/2012), no VIII Fórum Municipal de Álcool e Outras Drogas, realizado no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). No segundo dia do evento, o assistente social Alfredo Barbosa defendeu que da mesma forma que a dependência impacta o indivíduo, o mesmo acontece com a família.

“Diante da realidade imposta pela convivência com o uso abusivo da droga, a família, igualmente ao usuário, requer outros arranjos, necessita de uma assistência adequada e humanizada”, ressaltou. O palestrante observou também que “ao se tratar da dependência do álcool e outras drogas falamos de uma família real, que inclusive pode ser a nossa”.

Portanto, enfatizou Alfredo Barbosa, “todos os dilemas, tropeços, dificuldades, avanços, perdas, decepções, esperas, angústias e sofrimentos próprios de quem sempre está refém do inesperado serão vividos também pela família”. Para os participantes, profissionais de saúde da rede pública e privada de Feira de Santana, o evento vai proporcionar um novo olhar e, assim, ajudar a melhorar a abordagem aos dependentes nas unidades de saúde.

“Muitos profissionais ainda não sabem lidar de forma adequada com os usuários de drogas e até sentem certo receio em atendê-los. As explanações do Fórum vão permitir que o profissional se sinta mais preparado para lidar com o dependente”, avaliou a psicóloga Francisleide Lima. Já a enfermeira Cristiane Silva, observou que as palestras discutiram temas essenciais para melhorar a abordagem ao paciente usuário de drogas.

“Os contextos sociais e psicológicos que leva a pessoa a se tornar dependente, por exemplo, devem ser analisadas. O profissional deve estar atento a questões como essas”, considerou. Promovido pelo Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) Dr. Gutemberg de Almeida, o evento prossegue até as 18 horas desta terça-feira (28), com apresentação de mesas redondas e palestras.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112616 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]