Missão apresenta em Nova Iorque proposta de Universidade de Segurança na Bahia

Missão baiana apresenta em Nova Iorque proposta de Universidade de Segurança na Bahia.Missão baiana apresenta em Nova Iorque proposta de Universidade de Segurança na Bahia.


Dar visibilidade internacional ao projeto de implantação da Universidade Mundial de Segurança e apresentar o Programa Pacto pela Vida. Com esse objetivo, uma comitiva formada pelo diretor executivo do Fórum Salvador, promotor de Justiça Geder Gomes, representando o procurador-geral de Justiça do Ministério Público estadual Wellington César Lima e Silva; pelos secretários de Segurança Pública, Maurício Barbosa, e de Relações Internacionais, Fernando Schmidt; e pelo procurador jurídico da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Graciliano Bonfim, participou do ‘Simpósio em Desenvolvimento Econômico, Violência Armada e Segurança Pública’ realizado entre os dias 5 e 10 de agosto, pela International Police Executive Symposium (Ipes), com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque.

Com o tema ‘Uma Proposta de Universidade Mundial em Segurança Pública e Desenvolvimento Social’, a comitiva participou do painel ‘Segurança Sustentável em Nações Desenvolvidas e em Desenvolvimento’, expondo proposta da Universidade Mundial, defendendo a sua importância e as credenciais da Bahia para sediá-la. A academia foi defendida como uma ferramenta de desenvolvimento social inclusivo, ressaltando-se a sua atuação intersetorial, transversal a todos os órgãos do governo, nos moldes de uma política de Estado, como a que já vem sendo desenvolvida através do Pacto Pela Vida. Essa publicidade internacional é considerada decisiva para o êxito do projeto, destacou Geder Gomes. “As ações expostas aqui, a exemplo do Pacto pela Vida e do Agenda Bahia, permitiram a maximização da aproximação entre os diversos poderes e instituições, criando no estado um ambiente ideal para implantar esse projeto”, ressaltou o promotor, acrescentando que “a sintonia fina proporcionada entre todos os envolvidos ganhou as feições de uma verdadeira política de Estado”.

Ainda como parte da agenda em Nova Iorque, a missão participou de três reuniões em defesa do projeto da Universidade. No primeiro encontro, Andrei Abramov, chefe do setor de Organizações Não Governamentais (ONGs) do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU, declarou apoio à iniciativa da Bahia e sugeriu a constituição de um grupo de trabalho intergovernamental, no âmbito das Nações Unidas, formado por especialistas, para definir o formato da universidade. Abramov levantou a possibilidade de que a Bahia sedie, em 2013, uma reunião preparatória com a participação de ONGs do mundo inteiro para amadurecer a ideia, informou Geder Gomes.

Uma segunda reunião foi realizada com Piero Bonadeo e Wanda Henning. Ele, diretor em exercício, e ela, assessora do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) em Nova Iorque, que também expressaram apoio à ideia da universidade, sugerindo a implantação via memorando de entendimento, procedimento já utilizado pela Academia Internacional Anticorrupção (Iaca), que funciona na Áustria com a chancela da ONU.

O último encontro foi com a embaixadora Regina Dunlop, da Missão Brasileira nas Nações Unidas, que, além de expressar seu apoio integral à universidade, ficou responsável por conduzir a troca de informações no sentido de orientar e identificar as melhores estratégias para encaminhar o assunto aos representantes da ONU. De acordo com o promotor Geder Gomes, a partir de agora, a meta é difundir a ideia junto ao Mercado Comum do Sul (Mercosul) e outros blocos regionais, mas, sobretudo levar a questão à próxima Assembleia-Geral das Nações Unidas, que será realizada em setembro deste ano em Nova Iorque.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]