Maior capital do Nordeste, Salvador tem seis candidatos na disputa pela prefeitura

Com mais de 2,6 milhões de habitantes, segundo dados do censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Salvador é a maior entre as capitais da Região Nordeste. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Com mais de 2,6 milhões de habitantes, segundo dados do censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Salvador é a maior entre as capitais da Região Nordeste. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Com mais de 2,6 milhões de habitantes, segundo dados do censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Salvador é a maior entre as capitais da Região Nordeste. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Com mais de 2,6 milhões de habitantes, segundo dados do censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Salvador é a maior entre as capitais da Região Nordeste. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)

Com mais de 2,6 milhões de habitantes, segundo dados do censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Salvador é a maior entre as capitais da Região Nordeste. Mais de 1,6 milhão de eleitores estão aptos para votar no pleito de 7 de outubro. Eles vão escolher o futuro prefeito da cidade entre seis candidatos: ACM Neto, do DEM; Hamilton Assis, do PSOL; Mario Kertész, do PMDB; Márcio Marinho, do PRB; Pelegrino, do PT; e Da Luz, do PRTB.

A disputa das 43 cadeiras da Câmara Municipal será acirrada, pois há 1.308 candidatos inscritos. Salvador foi a primeira capital colonial do Brasil e é uma das cidades mais antigas da América. A cidade se destaca pela gastronomia, música e arquitetura colonial portuguesa, com monumentos históricos dos séculos 17, 18 e 19. A capital baiana foi declarada Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O forte da economia de Salvador são os setores de serviços (78,94%) e a indústria (20,99%). A cidade é um dos grandes polos turísticos brasileiros – só perde para o Rio de Janeiro preferência dos visitantes estrangeiros. O interesse pela cidade justifica-se pelos 80 quilômetros de praias distribuídas entre a Cidade Alta e a Cidade Baixa, pela arquitetura, música, culinária e também pelas manifestações de cunho religioso.

Com centenas de igrejas católicas, a capital baiana caracteriza-se ainda pela harmônica convivência entre adeptos de diversas outras religiões, como as evangélicas e as de origem africana.

O Produto Interno Bruto (PIB) anual ficou em R$ 32,8 bilhões em 2009, com o PIB de serviços chegando a R$ 23,3 bilhões e o da indústria a R$ 4,6 bilhões. A rede municipal de ensino é formada por 346 estabelecimentos para o ensino fundamental e 263 para a pré-escola. Para o atendimento à saúde da população, Salvador conta com 109 unidades municipais.

O futuro prefeito vai contar com recursos da ordem de R$ 350 milhões por ano, provenientes do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), além dos recursos oriundos de impostos, taxas e outras contribuições. Entres as principais atribuições do futuro prefeito, que tomará posse no dia 1º de janeiro, estão o cuidado com a infraestrutura básica da cidade, o atendimento da saúde, da educação, da segurança pública e de novos investimentos para melhorar as condições da população da capital baiana.

Sobre Carlos Augusto 9506 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).