Eleições 2012: Candidato a prefeito em Salvador, ACM Neto obtém três vitórias no TRE no fim de semana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Justiça Eleitoral multa campanha de Nelson Pelegrino por publicidade do Governo da Bahia.
Justiça Eleitoral multa campanha de Nelson Pelegrino por publicidade do Governo da Bahia.
Justiça Eleitoral multa campanha de Nelson Pelegrino por publicidade do Governo da Bahia.
Justiça Eleitoral multa campanha de Nelson Pelegrino por publicidade do Governo da Bahia.

A campanha de ACM Neto (DEM) a prefeito de Salvador obteve, neste final de semana, três vitórias no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A mais importante delas foi a liminar, concedida pelo juiz da 20ª Zona Eleitoral Carlos Geraldo Rodrigues Reis, determinando a retirada da nova propaganda do governo do estado na cidade, feita sob medida para beneficiar a candidatura de Nelson Pelegrino (PT).

O magistrado deu prazo de 48 horas para que a decisão seja cumprida, contadas a partir de sábado (25/08/2012), sob pena de multa diária no valor de R$5 mil. Referindos-e ao governo baiano, ele considerou ilegal “todo e qualquer conteúdo camuflado que, na verdade, refira-se à propaganda eleitoral indevida que tem por intuito beneficiar o seu candidato também ora representado”.

A coligação “É hora de defender Salvador” (DEM, PSDB, PPS, PV e PTN) já havia obtido, em decisão de mérito do pleno do TRE, a retirada da propaganda oficial do governo estadual na capital baiana. Só que, ao invés de cumprir a decisão, o governo apenas mudou o slogan da propaganda.

Antes, as peças publicitárias citavam a frase “É de Salvador, é de todos nós”. Com a determinação do pleno do TRE, o Executivo estadual trocou as peças para “É o governo em nossa Salvador”. “Foi uma manobra clara para tentar burlar a decisão da Justiça. O governo agiu de má fé. Esperamos que, dessa vez, haja respeito à Justiça Eleitoral”, disse a advogada Lilian Reis, da coligação de Neto.

Retirada

A coligação “É hora de defender Salvador” também teve êxito no pedido de retirada da propaganda do PT que, em trecho editado e truncado de um discurso feito por ACM Neto no segundo turno da campanha de 2008, mostra o democrata ao lado do prefeito João Henrique.

A coligação petista recebeu ontem a decisão e tem 24 horas para cessar imediatamente a propaganda das inserções e do programa eleitoral na TV. A determinação foi feita pelo juiz da 12ª Zona Eleitoral, Eduardo Afonso Maia.

A terceira decisão da Justiça Eleitoral a favor de ACM Neto foi um direito de resposta no horário da propaganda proporcional, no período da tarde, da coligação “Juntos por uma nova Salvador” (PR e PSDC), que apóia Pelegrino. Isso porque, ao término do programa dos candidatos a vereador, eles se referiram à propaganda seguinte, justamente dos postulantes da coligação formada pelo Democratas e PSDB, como a “a turma que estava na prefeitura e deixou Salvador abandonada”.

Segundo a advogada Lilian Reis, o direito de resposta, no tempo de um minuto, deve ir ao ar na próxima terça-feira.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113710 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]