Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia aprovou as contas da Fundação Hospitalar de Feira de Santana

Logomarca do Jornal Grande Bahia
Logomarca do Jornal Grande Bahia

O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia aprovou as contas da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, exercício 2011. A sessão de julgamento foi realizada nesta terça-feira (03/07/2012) e teve como relator o conselheiro Fernando Vita. A deliberação está disponível no Sistema de Acompanhamento de Contas e na página do TCM na internet (www.tcm.ba.gov.br)

De acordo com o decisório do TCM, as ressalvas apontadas “não chegam a comprometer o mérito das contas, cabendo recomendação quanto ao fiel cumprimento às normas de regência”. As observações são resultantes de interpretação de documentos e avaliações de questões técnicas.

O TCM informa ainda que foi feito o acompanhamento das informações da FHFS através do Sistema Integrado de Gestão e Auditoria, ferramenta criada para facilitar a função de orientar, fiscalizar, controlar a aplicação dos recursos públicos e de acompanhar o cumprimento dos dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal.

No exercício financeiro de 2011, a FHFS teve uma receita arrecadada de R$ 24.346.900,81 (vinte e quatro milhões, trezentos e quarenta e seis mil, novecentos reais e oitenta e um centavos) e uma despesa realizada de R$ 26.602.064,92 (vinte e seis milhões, seiscentos e dois mil, sessenta e quatro reais e noventa e dois centavos).

A entidade também teve uma receita extra-orçamentária de R$ 6.161.895,42 (seis milhões, cento e sessenta e um mil, oitocentos e noventa e cinco reais e quarenta e dois centavos), somada ao saldo do exercício anterior de R$ 304.862,55 (trezentos e quatro mil, oitocentos e sessenta e dois reais e cinqüenta e cinco centavos).

Por sua vez, a despesa extra-orçamentária foi de R$ 4.132.295,34 (quatro milhões, cento e trinta e dois mil, duzentos e noventa e cinco reais e trinta e quatro centavos), o que resultou em um saldo positivo para o exercício seguinte de R$ 79.298,52 (setenta e nove mil, duzentos e noventa e oito reais e cinqüenta e dois centavos).

Creas Pop promove reinserção profissional

As pessoas que vivem em situação de rua contam com um importante aliado na batalha pela reinserção social e profissional. O Centro de Referência Especializada da Assistência Social para População em Situação de Rua (Creas Pop) – Elizabeth Gomes Martins já realizou mais de 730 atendimentos, sendo que 40 usuários conseguiram ser reinseridos no mercado de trabalho, com o apoio do equipamento.

Somente no mês de junho foram prestados 168 atendimentos. Conforme a coordenadora do equipamento, Vanusa Barreto, os usuários foram destinados a preencher vagas nos setores da construção civil, comércio e indústria. “O desemprego é um das principais causas que levam o indivíduo a viver em situação de rua. O apoio do Creas Pop é indispensável para que estas pessoas consigam ser reinseridas no contexto familiar, social e profissional”, frisa.

Vanusa ressalta a missão do equipamento. “É valido lembrar que a missão do Creas Pop é trabalhar com indivíduos que desejam abandonar as ruas. Até porque algumas pessoas apresentam resistência durante a abordagem. Analisamos cada caso, o usuário poderá ser encaminhado para o albergue ou comunidade terapêutica até que a situação seja normalizada”, explica.

O Creas Pop possui uma estrutura ampla com salas para atendimento jurídico, atendimento com psicólogos e ainda oferece serviços como alimentação, banho e localização de famílias. A unidade funciona na rua Barão Rio do Branco, 354, Centro.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114868 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.