Olimpíadas 2012 | Presidente Dilma Rousseff destaca importância do Bolsa Atleta para esportistas brasileiros

“O Bolsa Atleta apoia desde os esportistas que estão começando a carreira até aqueles que já competem em Olimpíadas ou Paralimpíadas. Esse é um benefício importante porque permite que o atleta se dedique com muito mais tranquilidade aos treinamentos e às competições”, explica presidenta Dilma Roussef.
“O Bolsa Atleta apoia desde os esportistas que estão começando a carreira até aqueles que já competem em Olimpíadas ou Paralimpíadas. Esse é um benefício importante porque permite que o atleta se dedique com muito mais tranquilidade aos treinamentos e às competições”, explica presidenta Dilma Roussef.
“O Bolsa Atleta apoia desde os esportistas que estão começando a carreira até aqueles que já competem em Olimpíadas ou Paralimpíadas. Esse é um benefício importante porque permite que o atleta se dedique com muito mais tranquilidade aos treinamentos e às competições”, explica presidenta Dilma Roussef.
“O Bolsa Atleta apoia desde os esportistas que estão começando a carreira até aqueles que já competem em Olimpíadas ou Paralimpíadas. Esse é um benefício importante porque permite que o atleta se dedique com muito mais tranquilidade aos treinamentos e às competições”, explica presidenta Dilma Roussef.

Ao comentar a participação brasileira nos Jogos Olímpicos que começam na próxima sexta-feira (27) em Londres, a presidenta Dilma Rousseff destacou hoje (23/07/2012) que, dos 259 esportistas da delegação, 111 são beneficiários do Bolsa Atleta. Além disso, no programa semanal Café com a Presidenta, ela ressaltou que atualmente mais de 4 mil esportistas recebem o benefício no país.

“O Bolsa Atleta apoia desde os esportistas que estão começando a carreira até aqueles que já competem em Olimpíadas ou Paralimpíadas. Esse é um benefício importante porque permite que o atleta se dedique com muito mais tranquilidade aos treinamentos e às competições”, disse.

Para 2012, a previsão é que cerca de R$ 60 milhões sejam investidos no Bolsa Atleta, além de R$ 200 milhões na modernização de centros de treinamento e R$ 13 milhões em equipamentos esportivos.

O governo vai investir também R$ 1 bilhão na construção e na cobertura de mais de 2.800 quadras esportivas em escolas públicas de todo o país. Até 2014, a expectativa é que sejam construídas 6 mil quadras enquanto 4 mil devem receber cobertura.

“É na quadra da escola, nas aulas de educação física, que a maioria das crianças tem o primeiro contato com o esporte. É uma oportunidade para muitos deles revelarem seus talentos, terem uma vida mais saudável e se apaixonarem pelo esporte”, disse.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9378 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).