Incompreensão sobre papel do vereador, pela comunidade é problema grave, adverte o vereador feirense Alcione Cedraz

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Incompreensão sobre papel do vereador, pela comunidade é problema grave, adverte o vereador feirense Alcione Cedraz. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Incompreensão sobre papel do vereador, pela comunidade é problema grave, adverte o vereador feirense Alcione Cedraz. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Incompreensão sobre papel do vereador, pela comunidade é problema grave, adverte o vereador feirense Alcione Cedraz. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Incompreensão sobre papel do vereador, pela comunidade é problema grave, adverte o vereador feirense Alcione Cedraz. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

Existe ainda, em Feira de Santana, grande dificuldade na população quanto ao entendimento sobre as atribuições do vereador. A constatação é do vereador Alcione Cedraz.

Um dos mais experientes da atual legislatura, com quatro mandatos e passagem pela presidência da Casa por dois anos, Alcione considera a incompreensão sobre o real papel do vereador um dos problemas mais graves enfrentados pelos legisladores.

“Sem o conhecimento de nossas limitações, enquanto integrantes do Poder Legislativo a comunidade faz cobranças de coisas que não estão na nossa alçada e, muitas vezes, essa incompreensão causa sérios transtornos ao vereador”, diz ele.

Vereador não é executor de obras, assinala Alcione, mas fiscalizador e cobrador das ações. “Quem executa é o governo municipal”, observa.

Atual 2º secretário da Mesa Diretora, Alcione, que compõe a Mesa Diretiva da Câmara, defendeu o aumento do número de vereadores na Casa na próxima legislatura, pelo menos para 21 vagas.

Pela população do Município, superior a 550 mil habitantes, Feira de Santana poderia elevar a quantidade de vereadores de 21 para 25, mas prevaleceu a decisão de manter o número atual.

De acordo com o vereador, a verba do duodécimo seria a mesma, ou seja, não haveria aumento de recursos públicos, caso fossem ampliadas as vagas nas próximas eleições. Por outro lado, acredita, a população teria uma maior representatividade.

“Sou favorável a que a Câmara seja representada por 23 vereadores; isto a tornaria mais forte junto aos munícipes”, declarou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113710 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]