Espetáculo “O conto da ilha desconhecida”, do autor José Saramago, aporta em Feira de Santana

O texto de José Saramago abre uma janela para o pensamento crítico e para os questionamentos sobre o que é o mundo, o homem, a relação do homem com o mundo e do homem com os outros homens.
O texto de José Saramago abre uma janela para o pensamento crítico e para os questionamentos sobre o que é o mundo, o homem, a relação do homem com o mundo e do homem com os outros homens.
O texto de José Saramago abre uma janela para o pensamento crítico e para os questionamentos sobre o que é o mundo, o homem, a relação do homem com o mundo e do homem com os outros homens.
O texto de José Saramago abre uma janela para o pensamento crítico e para os questionamentos sobre o que é o mundo, o homem, a relação do homem com o mundo e do homem com os outros homens.

O Ministério da Cultura e o CIRCUITO CULTURAL BELGO BEKAERT traz para Feira de Santana o espetáculo “O Conto da Ilha Desconhecida”, do consagrado autor José Saramago. O espetáculo será apresentado pelo Grupo mineiro Kabana que estará realizando 8 apresentações  gratuitas e beneficentes em Feira de Santana nos dias 18, 19, 21 e 22 de julho no teatro do Centro Universitário de Cultura e Arte – CUCA.

O texto de José Saramago abre uma janela para o pensamento crítico e para os questionamentos sobre o que é o mundo, o homem, a relação do homem com o mundo e do homem com os outros homens. Mais importante que o enredo, é a forma com que Saramago nos conta a história, um relato, quase desconcertante, do paradoxo a que nos expomos, em algum momento de nossas vidas, de querermos estar longe de nós mesmos para podermos nos enxergar melhor.

O Grupo kabana tem como proposta encantar o espectador pela sutileza da história, pela delicadeza dos bonecos feitos com cabaças, pela música de cena original, melódica, com violão, bandolim, acordeon, ritmada por instrumentos de percussão. Tudo é envolvido em um clima de cumplicidade criado entre atores e platéia, que se deixa levar pela fantasia. É a segunda vez que o grupo vem a Feira de Santana, a primeira foi em maio onde participou do Evento Celebração das Culturas dos Sertões, realizado no Centro de Cultura Amélio Amorim com o espetáculo “Êh Boi”, um sucesso de público. Agora é a vez de “O Conto da Ilha Desconhecida” aportar em Feira de Santana, a oportunidade que faltava para o público assistir um espetáculo de qualidade de forma gratuita e beneficente.

A entrada é franca para estudantes e professores da rede pública de ensino e para a comunidade em Geral os ingressos serão trocados mediante doações de alimentos não perecíveis e materiais de higiene pessoal (sabonete líquido, creme dental, papel higiênico). Todas as doações arrecadadas serão destinadas às Instituições beneficentes e Asilos de Feira de Santana. As escolas e faculdades públicas e privadas que estiverem interessadas em levar grupos de alunos para assistir o espetáculo “O Conto da Ilha Desconhecida” devem entrar em contato com a produção da Cia Cuca de Teatro pelo e-mail: [email protected] e pelo telefone (75) 3491-8992/ 9933-5786 – falar com Elizete ou Camila.

SERVIÇO:

ESPETÁCULO: “O Conto da Ilha Desconhecida”

TEXTO: José Saramago

CLASSIFICAÇÃO: Acima de 10 anos

QUANDO:

Dias 18 e 19 de julho / Sessões: 09:00h / 15:00h  /  19:00 h

Dias 21 e 22 de julho as 16:00h

LOCAL: Teatro do Centro Universitário de Cultura e Arte – CUCA

INGRESSOS: Entrada franca para estudantes e professores da rede pública de ensino e mediante doações para a comunidade em geral.

APRESENTAÇÃO: Ministério da Cultura e Circuito Cultural Belgo Bekaert

REALIZAÇÃO: Ministério da Cultura e Grupo Teatro Kabana

PATROCÍNIO: Belgo Bekaert Arames

APOIO – Fundação Arcelor Mittal

PRODUÇÃO LOCAL: Cia Cuca de Teatro – Informações e reservas: (75) 3491-8992 / 9933- 5786 – e–mail:[email protected]  (Elizete ou Camila)

Sobre Carlos Augusto 9463 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).