Deputado Paulo Azi cobra prestígio do governado Jaques Wagner junto a presidente Dilma Rousseff para manter Jac Motors na Bahia

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

“Está na hora do governador Jaques Wagner mostrar que o prestígio dele com a presidente Dilma Roussef não se limita apenas a acompanhá-la em viagens no avião presidencial. É preciso que ele convença Dilma a regulamentar logo o decreto que dá às montadoras o direito de importar automóveis com o Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) reduzido para que a Jac Motors não desista da Bahia”, cobra o líder da bancada da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Paulo Azi.

Para o parlamentar, a economia baiana não pode abrir mão da instalação da Jac Motors no estado. “É um empreendimento industrial de R$ 1 bilhão que vai fortalecer o nosso pólo automotivo e gerar milhares de empregos. O governador precisa se empenhar junto àquela que ele diz ser sua amiga para que a montadora venha mesmo para a Bahia”.

Azi lembra que a vinda da Ford para a Bahia foi antecedida de um grande esforço e luta do governo estadual e da bancada que lhe dava apoio no Congresso Nacional. “Apesar da posição contrária dos deputados do PT, inclusive do então deputado Jaques Wagner, a bancada baiana, sob a liderança do senador ACM, não poupou esforços na defesa dos interesses da Bahia e trouxe a Ford”.

A manifestação pública do deputado Paulo Azi foi motivada pela entrevista, ao jornal Folha de São Paulo, do presidente da Jac Motors no Brasil, Sérgio Habib. Ele divulgou que o plano de implantação da fábrica na Bahia está interrompido até a regulamentação do decreto, previsto no Plano Brasil Maior, anunciado no ano passado.

 

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112760 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]