Conselheiro baiano pede desagravo da OAB a advogado agredido por promotora

O pedido de Luiz Viana Queiroz foi encaminhado ao presidente nacional da OAB.
O pedido de Luiz Viana Queiroz foi encaminhado ao presidente nacional da OAB.
O pedido de Luiz Viana Queiroz foi encaminhado ao presidente nacional da OAB.
O pedido de Luiz Viana Queiroz foi encaminhado ao presidente nacional da OAB.

O conselheiro federal da OAB pela Bahia Luiz Viana Queiroz encaminhou à OAB Federal um pedido de desagravo público e nacional do advogado baiano Murilo Azevedo, agredido com um soco no rosto pela promotora Cleide Ramos Reis nesta segunda-feira (09/07/2012), no Fórum Odilon Santos, na cidade de Santo Amaro da Purificação. O pedido de Luiz Viana Queiroz foi encaminhado ao presidente nacional da OAB Ophir Cavalcante Junior nesta quarta-feira (11), junto à notícia publicada pela imprensa, solicitando seu encaminhamento à Comissão Nacional de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia da OAB.

O desagravo público é uma medida que pode ser efetivada pelo Conselho Seccional em favor de advogado que tenha sido ofendido no exercício da profissão ou em razão dela, explica o conselheiro Luiz Viana. Ele afirma que, neste caso, “além do inusitado de uma violência física de uma promotora de justiça contra um advogado em plena audiência, o episódio é uma grave agressão às prerrogativas profissionais dos advogados e à própria convivência entre duas instituições republicanas, a Advocacia e o Ministério Público”. A ideia de um desagravo nacional, segundo Luiz Viana, é “para que não se permitam outros episódios semelhantes e ainda para desestimular um clima de conflito institucional”, declarou.

Confira:

Representação violação de prerrogativa advogado Santo Amaro

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9296 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).