Catorze chuvas são provocadas na Chapada Diamantina por tecnologia de indução

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Logomarca do Jornal Grande Bahia
Logomarca do Jornal Grande Bahia

Os representantes da empresa ModClima, responsável pela tecnologia utilizada para indução de chuvas localizadas na região da Chapada Diamantina, se reuniram nesta quinta-feira (05/07/2012) com o secretário da Agricultura Eduardo Salles, e o superintendente de Irrigação da Seagri Marcelo Nunes, para prestar contas das operações realizadas no semiárido baiano, que provocaram 14 pancadas de chuvas em 17 horas de voos.

Responsável pela produção de 70 milhões de frutos/ano em quatro mil hectares, e movimentando cerca de R$ 100 milhões/ano, a região, que tinha a produção do abacaxi comprometida em 50%, só não teve maiores prejuízos por conta das investidas de um procedimento totalmente sustentável que animou mais dois mil pequenos agricultores.

Contratada pelo governo do Estado através das secretarias da Agricultura/Sir e do Meio Ambiente/Inema com investimento de R$ 200 mil, o projeto-piloto consistiu na pulverização controlada de gotas através de aeronaves equipadas com tanques de 300 litros de água potável, que fazem as nuvens concentrar alto índice de umidade e gerar chuva.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Marcionílio Souza, Hernandes Medrado, a experiência mudou a realidade de quem já estava perdendo as esperanças, modificando o cenário desolador da seca. “Conseguimos minimizar os efeitos de umas das piores secas dos últimos 47 anos. Dez milímetros fizeram uma grande diferença para uma área que estava esturricada, sem verde”, relata.

Para a diretora da ModClima, Majory Imai, o trabalho realizado entre maio e junho, mostrou a necessidade de continuidade, já que a época não é a mais propícia para esse tipo de operação, com possibilidade de zero a 40% de ocorrer chuvas. “Uma atuação ostensiva durante seis meses deverá otimizar os índices pluviométricos, esticando o período de chuvas nos meses de abril e maio e antecipando para agosto e setembro”.

A empresa apresentou ainda um projeto que prevê a ampliação das induções de chuvas para 12 meses, orçado em R$ 5 milhões. Mesmo não dispondo desse montante, o secretário prontificou-se, logo após a estruturação do projeto pela ModClima, a marcar audiência com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, para tentar viabilizar o recurso. A proposta, que também foi apresentada ao secretário do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, consiste em realizar uma nova operação, agora na Bacia do Rio Jacuípe e na Chapada Diamantina.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113844 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]